UBS Rubim Aronovitch retoma atendimentos de rotina em Macapá

A medida se dá pela redução do fluxo de atendimento diários de casos sintomáticos de Covid-19 na unidade, que deixa de ser porta de entrada.

Por - Secretaria Municipal de Saúde

A medida se dá pela redução do fluxo de atendimento diários de casos sintomáticos de Covid-19 na unidade, que deixa de ser porta de entrada.

A partir de segunda-feira (2), a Unidade Básica de Saúde (UBS) Rubim Aronovitch, localizada no bairro Santa Inês, deixa de ser porta de entrada de casos de Covid-19 e volta a realizar atendimentos de Atenção Básica de segunda a sexta, das 8h às 18h.

A unidade passou a atender casos sintomáticos de Covid-19 em abril deste ano, como uma estratégia de ampliação da rede de assistência na pandemia. Desde então, mais de 20 mil atendimentos foram realizados, chegando a 250 por dia.

Nas últimas semanas, o fluxo diário reduziu para até 70 atendimentos em média, o que significa menos de 3 pessoas por hora, já que a UBS tem funcionamento ininterrupto.

“Quando a UBS Rubim passou a receber sintomáticos, a Unidade Covid Santa Inês se concentrou em casos graves da doença, isso salvou a vida de muitos macapaenses que aguardavam leitos em grandes hospitais. Agora os dados mostram que estamos em estabilização no município, é uma vitória”, ressalta Dr. Furlan.

Rede ativa

O município continua com a UBS Lélio Silva e Marcelo Cândia como porta de entrada de casos sintomáticos de Covid-19, com atendimento 24 horas e realização de testes mediante atendimento médico. A Unidade Covid Santa Inês também mantém os casos graves encaminhados pelas outras unidades.

De volta

A UBS retoma as atividades oferecendo um novo espaço às mães que estão em processo de aleitamento, o Cantinho de Amamentação. Também estão disponíveis atendimentos com a equipe da Estratégia Saúde da Família (ESF), consultas de rotina para clínica geral, ginecologia, nutrição, odontologia, acompanhamento de pré-natal, vacinação, suplementação de Vitamina A e farmácia.

A secretária municipal de Saúde, Karlene Lamberg, explica esse processo. “Durante o enfrentamento da pandemia, a unidade foi adaptada para melhor atender a população. Com a redução no número de casos na capital, a UBS volta a oferecer atendimentos de atenção primária”, disse.

A unidade fica localizada na Avenida 6 de Setembro, 212, no bairro Santa Inês. Os agendamentos para as consultas são disponibilizados pelo telefone (96) 98813-3853.

Prefeitura de Macapá conclui primeira etapa de limpeza do Igarapé das Mulheres

Cerca de 150 toneladas de lixo foram retirados do local. O resultado do trabalho já pode ser observado pela população.

Por Mônica Silva - Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana

A Prefeitura de Macapá concluiu a primeira fase da limpeza do Igarapé das Mulheres, no bairro Perpétuo Socorro, zona leste da capital.

Equipes da Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana retiraram cerca de 150 toneladas de lixo, entre garrafas pet e de vidro, sacolas plásticas, pneus, restos de materiais de construção e carcaças de eletrodomésticos.

Nessa primeira fase, também foi realizado o trabalho de retirada de mururés e canaranas – vegetação nativa, que estava ocupando grande parte do local. O resultado do trabalho já pode ser observado pela população. Barqueiros que utilizam o Igarapé das Mulheres para escoar seus produtos também podem navegar com mais facilidade e segurança.

O secretário Municipal de Zeladoria Urbana, Jean Patrick, tem acompanhado as ações e destacou a importância da colaboração da população para que o resultado seja ainda melhor.

“Temos feito um grande esforço para limpar a cidade. Essa é uma preocupação compartilhada pelo prefeito, que tem dado todo apoio a essas ações, que só terão efeito com a colaboração de todos. Muitas pessoas ainda insistem em descartar o lixo de forma errada e isso prejudica toda a comunidade. Precisamos acabar com essas práticas”, disse Jean Patrick.

A Zeladoria Urbana reforça o disque denúncia pelo número (96) 99970-1078. As queixas também podem ser feitas no prédio da Zeladoria, na avenida Maria Quitéria, 317, bairro Trem, zona Sul de Macapá.

Semsa disponibiliza imunizante para Influenza e Tríplice Viral no Amapá Garden Shopping

A ação acontece na sexta (30) e no sábado (31), de 9h às 16h. Esta etapa da campanha de vacinação é direcionada para todas as pessoas a partir de seis meses de idade.

Por - Secretaria Municipal de Comunicação Social

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) continua executando a campanha de imunização para Influenza e Tríplice Viral. E como forma de aumentar a cobertura vacinal na capital, a Semsa disponibilizará nesta sexta (30) e sábado (31) um posto de vacinação no Amapá Garden Shopping, localizado na zona sul de Macapá.

Esta etapa da campanha de vacinação é direcionada para todas as pessoas a partir de seis meses de idade e as equipes ofertarão o imunizante das 9h às 16h e para receber a dose da vacina, é necessário apresentar a carteira de vacinação e o cartão do SUS ou CPF.

Além das ações itinerantes, a Semsa oferta diariamente os imunizantes em todas as Unidades Básicas de Saúde da Rede Municipal.

Obra de recuperação do muro de arrimo na orla do bairro Cidade Nova entra em fase de finalização

A obra é executada pela Secretaria Municipal de Obras de maneira direta e deve ser concluída em agosto. A reconstrução irá impedir o avanço natural do processo de erosão que causa os desmoronamentos.

Por Narah Pollyne - Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura Urbana

A Prefeitura de Macapá trabalha na finalização da reconstrução do muro de arrimo na orla da capital. Ao todo foram refeitos em média 300 metros no perímetro que compreende o bairro Cidade Nova ao Complexo do Jandiá. A revitalização vai impedir o avanço do processo natural de erosão, que causou o desmoronamento das calçadas e de partes do muro.

Foto: Ascom/Semob

O trabalho de reforma foi dividido em etapas para recompor a base e o muro. Para reforçar a fundação foram colocadas estacas pré-moldadas em concreto de aproximadamente 3 metros, depois foram instaladas as placas de concreto armado com aproximadamente 1 metro abaixo do nível da água. Para refazer o muro foram colocadas novas placas com metragens diferentes, dependendo do nível de necessidade de cada ponto.

A obra é executada pela Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura Urbana (Semob) de maneira direta, com contrato para o fornecimento de concreto. De acordo com o subsecretário Paulo Chucre, a previsão de conclusão é no próximo mês. “Agora vamos iniciar a construção do guarda-corpo, que é a última etapa da obra. Nossa previsão é concluir a partir da segunda quinzena de agosto”, explicou.

A reforma tem o objetivo de garantir a segurança das pessoas e valorizar o complexo turístico que recebe diariamente vários macapaenses, que utilizam o local para prática de esportes e exercícios físicos. 

“Estamos executando esse trabalho com mão de obra da nossa secretaria. Vamos devolver um espaço para visitação e passeio público muito importante, que resgata a beleza da nossa orla, além de melhorar a segurança das pessoas que moram nos bairros próximos e também para aquelas que praticam sua corrida e caminhada”, disse o secretário municipal de Obras, Cássio Cruz.

Continua a vacinação contra Covid-19 de pessoas entre 18 e 25 anos e profissionais da educação nesta sexta (30)

As ações de imunização também são voltadas para aplicação de 2ª dose de Astrazeneca, Pfizer e CoronaVac

Foto: Rogério Lameira

As ações de imunização também são voltadas para aplicação de 2ª dose de Astrazeneca, Pfizer e CoronaVac

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) prossegue com as ações de vacinação contra a Covid-19 nesta sexta-feira (30) em Macapá. Os públicos atendidos são pessoas entre 18 e 25 anos com agendamento, profissionais de Educação remanescentes e aptos para a 2ª dose de Astrazeneca, Pfizer e CoronaVac.

• 1ª dose (D1) – 18 a 25 anos agendados
Pessoas com idade de 18 a 25 anos que estão agendados podem receber a 1ª dose da vacina nesta sexta-feira. A orientação é que este grupo chegue nos pontos de imunização com 30 minutos de antecedência do horário marcado.

Das 8h às 13h:
UBSs Cidade Nova, Pedrinhas, Marabaixo, Raimundo Hozanan, Rosa Moita, Novo Horizonte, Fazendinha, Coração, Álvaro Corrêa, Pacoval, Brasil Novo e Anfiteatro da Universidade Federal do Amapá (Unifap).

Das 9h às 15h:
Pontos de drive-thru da Praça Floriano Peixoto, Praça do Estádio Zerão, Marabaixo, Rodovia do Curiaú e quadra da Igreja Jesus de Nazaré

É necessário apresentar os originais e cópias de um documento oficial com foto, comprovante de residência, carteira de vacinação e o comprovante de agendamento.

• 1ª dose (D1) – remanescentes da Educação
Continua a nova chamada para profissionais da Educação que ainda não se vacinaram contra a Covid-19. O atendimento ocorre das 8h às 13h, nos pontos da Universidade do Estado do Amapá (UEAP) e no Instituto Federal do Amapá (Ifap).
São considerados profissionais da área os professores, merendeiros, porteiros, diretores e outros.
Para receber o imunizante é necessário apresentar originais e cópias de um documento oficial com foto, comprovante de residência, carteira de vacinação e carteira de trabalho ou último contracheque.

• 2ª dose (D2) de Astrazeneca e Coronavac

A D2 das vacinas Astrazeneca e CoronaVac estão disponíveis das 9h às 15h nos pontos de drive-thru da Praça Floriano Peixoto, Estacionamento do Estádio Zerão, Marabaixo, Rodovia do Curiaú e na quadra da Igreja Jesus de Nazaré.

Para completar o esquema vacinal, o cidadão deve estar no período de recebimento da 2ª dose, indicado no cartão de vacina.

É preciso apresentar originais e cópias de documento oficial com foto, comprovante de residência e carteira de vacinação com indicação da D1.

• 2ª dose (D2) de Pfizer
A D2 da Pfizer é destinada aos que estão no período de recebimento indicado no cartão de vacinação. A ação acontece na Unidade Básica de Saúde Leozildo Fontoura, Universidade do Estado do Amapá (UEAP) e no Instituto Federal do Amapá (IFAP), das 8h às 13h.
É preciso apresentar originais e cópias de documento oficial com foto, comprovante de residência e carteira de vacinação com indicação da 1ª dose.

• 2ª dose (D2) para grávidas e puérperas

O encerramento do esquema vacinal deste público acontece das 8h às 13h, na Unidade Básica de Saúde Leozildo Barreto Fontoura, Universidade Estadual do Amapá (UEAP) e Instituto Federal do Amapá (IFAP).

Para receber a vacina é preciso apresentar originais e cópias de documento oficial com foto, comprovante de residência e carteira de vacinação com indicação da 1ª dose.

A Semsa segue orientação de nota técnica sobre intercambialidade de vacinas enviada pelo Ministério da Saúde e atende grávidas e puérperas que tomaram a D1 de Astrazeneca e Pfizer e que estão no período de recebimento da D2.

Ação da Semsa em shoppings de Macapá realiza mais de mil testes rápidos para diagnóstico de hepatite B e C

Os participantes receberam preservativos, além de orientações sobre a doença, verificação de pressão arterial e glicemia capilar. A programação faz parte das ações do Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais.

Por Cristiane Mareco - Secretaria Municipal de Saúde

Nesta quarta-feira (28), em comemoração ao Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais, a Prefeitura de Macapá realizou nos shoppings Macapá e Vila Nova mais de 1.000 testagens rápidas para o diagnóstico de hepatite B e C. 

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que coordenou a ação, ofertou ainda preservativos, além de orientação os participantes sobre a doença, fazer verificação de pressão arterial e glicemia capilar.

Segundo a secretaria Municipal de Saúde, Dra. Karlene Lamberg, no Brasil milhares de pessoas são portadoras das hepatites B ou C e não sabem, já que se trata de uma patologia silenciosa que, quando apresenta sintomas, normalmente já destruiu grande parte do fígado.

“As pessoas que não participaram da ação e queiram fazer os testes devem procurar as Unidades Básicas de Saúde para a detecção e diagnóstico de outras ISTs, como sífilis e HIV. Não é necessário agendar o atendimento, basta apresentar um documento oficial com foto”, explica a gestora.

A movimentação durante a programação foi grande. A gerente de loja, Maria Madalena, aproveitou a ocasião para fazer o teste e tirar qualquer dúvida sobre o vírus. “É importante que as pessoas façam exames e testes de rotina, qualquer doença descoberta cedo pode ser tratada, sendo maior a chance de cura”, conclui.

Ação acontece também no Centro de Especialidades Dr. Papaléo Paes até às 17h desta quinta-feira (29).

Sintomas 
São doenças silenciosas e causam cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

Prevenção
A vacina é uma forma de prevenção contra as hepatites do tipo A e B. Quem é vacinado para o tipo B se protege também para hepatite D. Já a hepatite C tem cura em mais de 90% dos casos quando o tratamento é seguido corretamente. As hepatites B e D têm tratamento e podem ser controladas, evitando a evolução para cirrose e câncer.

Prefeitura de Macapá intensifica serviços de paisagismo na capital

Mais de 25 ambientes, entre praças, rotatórias, canteiros e órgãos públicos já foram contemplados pelo serviço do Horto Municipal.

Por Ana Cleide Torres e Dulci Sousa - Secretaria Municipal de Meio Ambiente

O trabalho de jardinagem e paisagismo é realizado em vários bairros da cidade e faz parte de uma programação elaborada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), através do Horto Municipal. Mais de 17 mil mudas de variadas espécies já foram plantadas nesses espaços, utilizando 8.551 sacolas de terras produzidas.

Os serviços incluem a retirada de espécies invasoras e ervas daninhas, limpeza e manutenção nos canteiros, roçagem da grama, reposição de mudas e adubação. Mais de 25 ambientes, entre praças, rotatórias, canteiros e órgãos públicos foram contemplados com o serviço de paisagismo da Prefeitura de Macapá.

Fechando o mês de julho, as equipes fizeram a recuperação do ajardinamento frontal do edifício da sede do Centro Integrado de Operações e Segurança Pública (Ciosp), localizado na zona norte da capital.

Foto: Ana Cleide Torres

O serviço de paisagismo vai muito além da criação de jardins e praças, trata-se de uma técnica bastante específica voltada para a elaboração de projetos de criação ou substituição de espaços afetados por construções desordenadas, como explica o chefe da Divisão de Paisagismo da Semam, Alailson Silva.

“A divisão de paisagismo e arborização vem para contemplar as belezas da natureza nos espaços públicos do município. Os ambientes que estavam sem vida ganharam verdes e o colorido das flores. O paisagista tem a tarefa de repensar o ambiente visando preservar seu solo e cobertura vegetal, garantindo a continuidade botânica do espaço, além de deixá-lo mais bonito e funcional para a comunidade”, destacou.

Toda semana a equipe do Horto Municipal, em parceria com o Projeto Liberdade e Cidadania, realizam uma programação diferente. O objetivo é conservar os espaços urbanos da cidade, o titular da Semam, Raimundo Amanajas, explica que a população precisa fazer sua parte. “A prefeitura vem melhorando diversos pontos da cidade, através dos serviços realizados pelas secretarias, porém precisamos contar com o apoio do munícipe para manter esses ambientes preservados”, disse o gestor.

Iniciativa
Para manter esses espaços preservados e garantir a manutenção dos canteiros e rotatórias, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente realiza parceria com empresas privadas. O empresário fica responsável pela limpeza, podagem e reposição das mudas, em contrapartida a prefeitura cede o espaço para instalação de propagandas publicitárias.

Educa Macapá: profissionais da educação recebem formação sobre novas práticas pedagógicas

O objetivo é capacitar gestores, coordenadores pedagógicos e professores das turmas do 3º ao 5º ano da rede municipal de ensino para o uso de metodologias inovadoras no processo de ensino-aprendizagem.

Por Lázaro Gaya - Secretaria Municipal de Educação

A Prefeitura de Macapá realiza desde o começo do mês de julho uma série de formações voltadas para os profissionais da educação municipal. Com capacitações on-line de gestores escolares, coordenadores pedagógicos e professores do 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental I, a iniciativa se estenderá até novembro e pretende preparar os servidores para o novo momento no qual a rede municipal de ensino está inserida.

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) é a responsável pelas formações, que fazem parte do pacote de ações do programa Educa Macapá, implementado este ano pelo prefeito de Macapá para melhorar o desempenho dos estudantes na sala de aula.

(Foto: Lázaro Gaya)

Os encontros acontecerão de maneira alternada, dividindo os participantes por grupos. Os diretores escolares receberão os links de cada formação e devem mobilizar os profissionais para a participação das capacitações que possuem caráter obrigatório.

As videoconferências contarão com formadores locais e de fora do estado, disponibilizados através de cooperação técnica entre o programa macapaense e a Associação Bem Comum, do Ceará. Os temas escolhidos para os encontros serão diferentes para cada grupo e abrangem aspectos pedagógicos do cotidiano escolar.

A intenção é nortear todas as ações realizadas pelo corpo docente das escolas de Macapá com base em experiências de sucesso executadas na área da Educação da cidade de Sobral (CE).

“Nós temos a meta de tornar Macapá uma referência na área da Educação. Para isso, firmamos diversas parcerias, dentre elas a que possibilitou a criação do Educa Macapá, que traz para o município a experiência de quem já conseguiu avançar no campo educacional, com uma realidade parecida com a nossa”, reforçou o subsecretário de Planejamento e Gestão da Semed, Diego Santos.

Em 2005, Sobral obteve a nota 4.5 no Ideb em relação aos primeiros anos do ensino fundamental (que representam do 1º ao 5º ano de ensino). Em 2017, a nota do município saltou para 9.1 em relação aos mesmos anos de ensino. O resultado corresponde ao impressionante aumento de 4.6 pontos em apenas 12 anos.

A articuladora do programa Educa Macapá, Nádia Serique, ressalta que a intenção é gerar dentro de todas as escolas o sentimento de pertencimento à rede municipal de Educação, e que todos os estabelecimentos de ensino devem caminhar juntos.

“Essa é uma iniciativa que apresenta aos profissionais de Educação da rede um novo olhar sobre o fazer pedagógico. Por isso o engajamento de todos é de suma importância, para que todas as escolas executem ações em conjunto, com um único norte, que é o desenvolvimento dos estudantes”, finaliza.

Cronograma de formações para o mês de agosto

Data: 02 de agosto
Horário Grupo 1: 8h às 12h
Horário Grupo 2: 13h30 às 17h30
Público-alvo: Professores do 3º ano

Data: 03 e 04 de agosto
Horário Grupo 1: 8h às 12h
Horário Grupo 2: 13h30 às 17h30
Público-alvo: Professores do 4º ano

Data: 05 e 06 de agosto
Horário Grupo 1: 8h às 12h
Horário Grupo 2: 13h30 às 17h30
Público-alvo: Professores do 5º ano

Data: 11 de agosto
Horário: 14h30
Público-alvo: Formadores locais

Data: 23 e 24 de agosto
Horário: 14h
Público-alvo: Formação de superintendentes

Projetos da Prefeitura de Macapá incentivam o desenvolvimento agrícola e a produção familiar do município

As ações desenvolvidas de forma integrada pelo Município fomentam a agricultura, cuidado ao meio ambiente e conscientização da sociedade.

Por Naiara Milhomem e Bruno Monteiro - Secretaria de comunicação Social

Nesta quarta-feira (28) é comemorado o dia do agricultor. A Prefeitura de Macapá executa projetos que beneficiam a agricultura familiar e fomentam o desenvolvimento agrícola do nosso município e distritos, alcançando centenas de famílias e aproximando comunidades distantes das práticas do comércio verde.

As ações são desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Agricultura (Semag) e integram comunidade e agricultores através de práticas que valorizam o setor agrícola e incentivam o cuidado ao meio ambiente.

Todos os trabalhadores agrícolas se distribuem em regiões do município de Macapá que se dividem em distritos, polos e comunidades. Como o polo da Fazendinha, distrito do Coração, distrito do Bailique Conceição do Macacoari, Santo Antônio da Pedreira – Ressaca da Pedreira, Abacate da Pedreira –, distrito de Santa Luzia, distrito do Pacuí, distrito do Carapanatuba, distrito do Tracajatuba, com a Comunidade das Acácias, onde é desenvolvido a psicultura.

Agricultores da comunidade Abacate da Pedreira.

Projetos

Verde Ciência
Em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), o projeto busca adaptar o entorno da Semag para um polo de visitas com técnicos agrícolas, transformando em um ambiente totalmente educativo voltado para alunos da rede pública do Município, reunindo crianças e adolescentes para que entendam a importância do meio ambiente para sobrevivência do planeta.

Identidade do Agricultor
Para conhecer de perto os agricultores dos distritos e comunidades e suas necessidades e dificuldades, fazendo cadastros de produtores e ajudando em ações com insumo e maquinários. Esse é da Secretaria Municipal de Agricultura com o Identidade do Agricultor.

Feira Agricultura e Arte
O projeto vai para a sua 4° edição e acontece sempre no primeiro dia de cada mês. Sob a coordenação do extensionista rural Mário Vieira, que cuida da inclusão dos produtores através dos cadastros realizados nos distritos, incluindo a escola da família Agrícola do Pacuí. A feira acontece na praça Chico Noé, na avenida General Rondon com Ana Nery, Laguinho.

“Objeto é desenvolvimento social e econômico do agricultor familiar, movimentando tanto a economia municipal como a do agricultor. Esse incentivo atende ao mercado local com o escoamento da produção, fomentando toda a cadeia produtiva, contando com o transporte e a infraestrutura necessária”, explica o gestor da Semag, Raimundo Costa.

Peixe Vivo
Iniciativa que movimenta a economia do setor de piscicultura e estimula o consumo de peixe a preço acessível. Com destaque na Semana Santa e realizada também durante a Feira Agricultura e Arte, o peixe vendido é a pirapitinga, custando entre R$ 14 e R$ 16 o quilo.

Verde Liberdade
Projeto em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado voltado para detentas que cumprem medidas de reclusão penal no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá. A iniciativa busca incentivar o empreendedorismo verde, a fim de profissionalizar e prepara-las para a ressocialização. Mano, as vezes

Comitês

Setor Produtivo
O Comitê Municipal do Setor Produtivo tem como objetivo considerar a necessidade de estabelecer políticas públicas voltadas para o desenvolvimento do setor e da agricultura familiar em Macapá. O comitê possibilitará que os produtores rurais tenham acesso a linhas de créditos, além de contribuir para o desenvolvimento da agricultura familiar.

Setor Produtivo
O Comitê do Setor Produtivo é coordenado pelo prefeito de Macapá, que será auxiliado por representantes das Secretarias Municipais do Gabinete Civil (SecGabi), Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Inovação (Semtradi), Agricultura (Semag) e do Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Postura Urbana (Semam).

Açaí
Para incentivar o desenvolvimento econômico por meio de um dos frutos mais rentáveis da região, a Embrapa oferta 50 mil mudas açaizeiro de terra firme e a Secretaria Municipal de Agricultura disponibiliza técnicos para cursos de manejo do açaí para capacitação dos produtores da agricultura familiar com a comunidade do Lontra da Pedreira.

Compõem o Comitê a Prefeitura de Macapá, Embrapa, Sebrae e Banco da Amazônia.

Projeto de valorização da história e cultura afro na escola é discutido com grupos do Marabaixo

Nesta quarta-feira (28) foi apresentada a minuta do projeto que está em construção.

Por Laiza Mangas - Secretaria Municipal de Mobilização e Participação Popular

Trabalhar a cultura do Marabaixo nas escolas é o foco do projeto que foi apresentado na manhã desta quarta-feira (28) a grupos tradicionais de Macapá. O objetivo é evidenciar através de práticas pedagógicas o contato dos alunos com a histórica e cultura afro-brasileira com foco no estado do Amapá.

A iniciativa de implantação do projeto é da Secretaria de Mobilização e Participação Popular (SEMMOP), Secretaria de Educação (Semed) e Instituto Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Improir).

Segundo a secretária Rayssa Furlan, a ideia é desconstruir estereótipos e preconceitos, desenvolver um sentimento de pertencimento étnico cultural e trazer o Marabaixo como dispositivo educativo. “A escola é essencial para formar pessoas que compreendam a importância da nossa cultura afro. Reunimos as secretarias para promover essa educação antirracista”, conclui a gestora da Secretaria Mobilização Popular.

Foto: Adevaldo Cunha

Como vai ser
A minuta do projeto propõe que duas escolas sejam escolhidas para dar o pontapé inicial, uma na área quilombola e outra na urbana. As atividades serão realizadas em momentos semanais e mensais, além disso, haverá formação continuada para os professores.

“Vamos preparar nossos docentes para abordar o assunto em sala. Sabemos que muitos ainda encontram essa dificuldade, até mesmo pelos estereótipos fixados” explica o coordenador de Diversidade da Semed, Bruno Marcelo.

A diretora do Improir, Maria Carolina, ressaltou a importância da escuta dos grupos tradicionais. “Trouxemos para esse momento alguns representantes do Marabaixo para que eles possam dar sua opinião sobre o projeto ou sugerir outros caminhos”, disse.

“Podem contar com todo o nosso apoio. Projetos como esse nos fazem resgatar nossa história e cultura. Eu também gosto muito de ensinar e seria ótimo compor a iniciativa. Vamos em frente”, disse Laura do Marabaixo.

Dr. Furlan agradeceu a presença e empenho das secretarias envolvidas. “Vamos juntos trabalhar para uma educação igualitária”, destaca o prefeito.