Fiscalização Municipal intensifica ações de monitoramento na Praça do Coco e Beira Rio quanto às normas de funcionamento no período de pandemia

Fotos: Max Renê

No fim de semana, representantes da Prefeitura de Macapá fizeram o monitoramento do funcionamento de quiosques da Beira Rio e Praça do Coco. O objetivo é o cumprimento dos decretos 3.538/2020 e 3.555/2020, que estabelecem medidas de prevenção contra a proliferação da Covid-19.

“Como o maior movimento ocorre aos fins de semana, intensificamos o monitoramento, pois os quiosques não podem funcionar como bar, mas podem continuar vendendo a água de coco, o abacaxi, desde que respeitando as normas de prevenção à Covid-19”, comenta o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Postura Urbana, Marcio Pimentel.

A ação contou com o apoio da Guarda Municipal e agentes da Vigilância Sanitária do município. Permissionários dos quiosques foram orientados a manter o distanciamento das mesas e evitar o funcionamento como bar.

Secretaria de Comunicação de Macapá

Aline Brito

Assessora de comunicação

Covid-19: vans de testagem da Prefeitura de Macapá para assintomáticos passam a atender na Escola Municipal Guita a partir desta terça-feira, 1

A partir desta terça-feira, 1º de dezembro, as vans de atendimento de testagem para assintomáticos da Prefeitura de Macapá passam a funcionar em um novo ponto de atendimento à população, localizada na EMEF Profa. Guita, atrás do Estádio Glicério Marques. O atendimento ocorrerá de segunda a sexta, das 8h às 17h. A testagem é exclusiva para pessoas assintomáticas, que não apresentam qualquer sinal ou sintoma da doença.

O serviço também está sendo ofertado no Laboratório Covid, na Avenida FAB, de segunda a sábado, das 7h às 19h; e no laboratório móvel da Carreta da Saúde, na praça da rodovia do Curiaú, de segunda a sexta, das 8h às 17h. O atendimento é exclusivo para pessoas que não possuem sintomas da Covid-19. Esse serviço é uma forma de ampliar ainda mais a testagem na população. Para realizar a testagem, é necessário apenas um documento oficial com foto. O exame, que está sendo ofertado no laboratório, é o teste rápido para a detecção do IGM e IGG.

Para os casos de pacientes positivos, os dados são cruzados com as informações do e-SUS e encaminhados para o exame sorológico. Se o paciente já apresentou os sintomas há mais de 15 dias, o caso é de vírus residual, ou seja, uma infecção tardia. Para os casos de pacientes que não passaram pelas UBS’s, o exame sorológico que vai dizer se a infecção é aguda e o paciente ainda está em fase de transmissão.

A Secretaria de Saúde orienta que as pessoas que apresentam sintomas da doença devem procurar uma das três unidades de saúde de referência no atendimento de casos suspeitos de Covid-19 (Lélio Silva, Álvaro Correa e Santa Inês), para que seja avaliado pelo médico

Secretaria de Comunicação de Macapá

Karla Marques

Assessora de comunicação

Prefeitura retira cerca de 230 toneladas de entulho de canais e bueiros em dois dias de limpeza em Macapá

Em apenas dois dias de limpeza, a Prefeitura de Macapá retirou cerca de 230 toneladas de lixo que estavam obstruindo bueiros e canais que cortam a cidade. A ação preventiva tem como objetivo evitar as enchentes provocadas pelas chuvas mais intensas que, consequentemente, alagam vias e invadem residências. O serviço, realizado pelas equipes da Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana, conta com o auxílio de máquinas retroescavadeiras, caçambas e escavadeira hidráulica.

No canal das Pedrinhas com a rodovia Juscelino Kubitscheck, 90 toneladas de entulho foram removidas. Máquinas fazem a dragagem retirando o lixo e o excesso de lama. Além disso, todo o mato que se acumula ao redor do canal está sendo roçado e retirado. Isso ajuda a minimizar os riscos de inundações. Restos de materiais de construção, móveis, carcaças de eletrodomésticos, pneus, garrafas PET e de vidro, e até lixo domiciliar, se acumulavam nas margens do canal.

“A quantidade de lixo retirada diariamente de dentro dos canais e bueiros retrata a falta de conscientização ambiental de uma parcela da população que, mesmo sem se dar conta, vem contribuindo para a obstrução desses locais. Do simples copo descartável ao sofá quebrado, todo o material descartado de forma irregular em via pública é arrastado para dentro dos canais, bloqueando a tubulação e obstruindo por completo o escoamento da água e, consequentemente, provocando transtornos à população”, mencionou o secretário municipal de Zeladoria Urbana, Carlos Alberto Gonçalves.

Na extensão do canal do Beirol, o volume de lixo retirado chegou a 52 toneladas. Grande parte dos trabalhos ainda está ocorrendo com a ajuda de máquinas pesadas. No canal do bairro Nova Esperança, além do trabalho com o auxílio de caçambas e escavadeira hidráulica, profissionais precisaram fazer o serviço manual pela grande quantidade de garrafas PET, sacolas plásticas e mato.

Ao longo do canal da Raimundo Álvares da Costa, 36 toneladas de entulho foram retiradas. No entorno do deck da Rua Hildemar Maia, durante a limpeza, 7 toneladas foram removidas pela prefeitura, entre copos descartáveis, papelão e vidro. “O Município faz todo um trabalho de prevenção. Mas, se a população não ajudar, todas as vezes no período invernoso ou até mesmo quando ocorrer chuvas intensas ocorrerão alagamentos e transtornos”, concluiu o secretário.

Manutenção

A Prefeitura de Macapá mantém um cronograma diário de ações de limpeza e manutenção nas áreas de influência de canais e bueiros para atender as demandas referentes aos serviços de limpeza manual e manutenção dos sistemas de drenagem. Também pede que a população denuncie a prática ligando para o Disk Denúncia, pelo número (96) 99970-1078 ou se dirigir ao prédio da Zeladoria, localizado na Avenida Maria Quitéria, nº 317, bairro Trem, na zona sul de Macapá.

Secretaria de Comunicação de Macapá

Mônica Silva

Assessora de comunicação

Prefeitura de Macapá segue com construção de passarelas no bairro Congós

Seguindo com a frente de trabalho em vários pontos da capital, a Prefeitura de Macapá segue com a construção de passarelas no bairro Congós, zona sul da cidade. Por lá, os serviços continuam e serão construídos mais de 1.303 metros em madeira, o que poderá melhorar o fluxo dos moradores do local.

Somente na passarela 23ª, denominada Edith Penafort, serão construídos 297 metros de extensão. Além das passarelas principais, os chamados “braços” de acessos as casas, também serão construídos. Ainda serão contempladas as passarelas nas avenidas Antônio Machado, Padre Rinaldo Bossi, Bem Hur, Benedito Lino do Carmo, entre outras.

“A passarela está sendo construída em madeira de boa qualidade e tem como propósito melhorar a locomoção dos moradores da região, diminuindo consideravelmente o risco de acidentes”, destacou Ivy Vasconcelos, subsecretário Municipal de Obras de Macapá.

Secretaria de Comunicação de Macapá

Jonhwene Silva

Assessor de comunicação

Prefeitura de Macapá entrega kits esportivos para escolas municipais

Fotos: Cleito Souza

A Prefeitura de Macapá entregou 140 kits esportivos para as 63 escolas de ensino fundamental do município, na última segunda-feira, 23. Eles foram adquiridos por meio de recurso de emenda parlamentar do deputado federal Luiz Carlos, no valor de R$ 369.560,10. A entrega aconteceu na quadra da Escola Municipal Hildemar Maia.

O prefeito de Macapá, Clécio Luís, fez a entrega dos kits para as instituições de ensino e agradeceu ao deputado a destinação do recurso, que irá beneficiar os alunos de ensino fundamental. “Nós temos o maior prazer de poder prestar contas sobre o resultado desse recurso que foi destinado e, junto com isso, prestar contas para a população e para os órgãos de controle. Mesmo sem aulas presenciais, as escolas continuam cada vez mais se preparando e cada vez melhores para receberem os nossos alunos. Esses kits irão contribuir e muito para o desenvolvimento das atividades dos alunos no retorno às aulas”, ressaltou.

Além das 63 escolas, outras unidades de ensino ainda serão inauguradas pelo município e serão contempladas. Cada escola recebeu dois kits. O primeiro kit contém 10 bolas de vôlei, 10 bolas de futsal, 5 bolas de basquete, 5 bolas de handebol, 1 rede de vôlei, 6 raquetes de tênis de mesa, 30 unidades de bolas de tênis de mesa e 40 cones; e o segundo kit contempla 20 bambolês Live up, 30 colchonetes para esportes, 10 petecas, 3 bombas de ar, 36 unidades de coletes para esporte e 2 apitos profissionais.

Elivane Moreira, diretora da Escola Raimunda Virgulino, falou dos benefícios que os kits levarão para os alunos. “A gente associar a atividade física a prática de esportes com o nosso momento atual de pandemia, a gente está cuidando também da saúde, e, apesar de não estarmos no momento com aulas presenciais nas escolas, receber esses kits neste momento é a garantia de que quando nós retornarmos nossos alunos terão todo o suporte para a prática de suas atividades esportivas na escola. Tenho certeza de que eles ficarão muito felizes por receber esses novos materiais”, disse.

Os kits foram entregues para as escolas: EMEF Maria José Duarte de Azevedo; Maria Bernadete Nascimento;  Amapá; Antônio Barbosa; Aracy Nascimento; Esforço Popular; Eunice Picanço; Expedicionário Wilson Malcher;  EMEF Hildemar Maia; Jardim Felicidade; Josafá Aires da Costa; Maestro Miguel; Maria José Ferreira; Maria Luiza Bello; Paraíso das Acácias; Ana Maria da Silva Ramos; Eliana Flexa; Elita Nunes; Eunice das Chagas; Profª Guita; José Carlos; José Leoves Teixeira; Lúcia Neves Deniur; EMEF Neusona;  Odete Almeida Lopes;  Raimunda Virgulino; Raimunda Lima Guedes; Raimundo Oliveira Alencar; EMEF Recanto da Amizade; Marinete Lima; Maria Izabel Fernandes; Sandra Lobato; Vera Lúcia Pinon Nery; Rondônia; Roraima; EMEF Fortaleza ; EMEF Cacilda Vasconcelos; Caetano Tomaz;  Goiás;  Gerson Trindade; Izabel Furtado Negrão; Raimundo Guedes; Sandra Tolosa;  São Raimundo do Paraíso;  Tessalônica;  Vila Progresso;  Santa Luzia do Pacuí; EMEF João Rolindo do Carmo;  EMEF Campina de São Benedito; Campina Grande – Valmito Moraes; EMEF Liberdade do Pacuí; EMEF Pratinha;  Jaranduba do Bailique;  Eridio Rocha; Canal dos Guimarães; EMEF São Joaquim do Rio Pedreira; Velho Chico; Vô Lixandre;  Rosa de Saron; Ilha da Croa da Pedreira; EMEF Maria Eugênia; EMEF Maranata e EMEF Benedita Neves Tavares.

Secretaria Municipal de Comunicação

Karla Marques

Assessora de comunicação

Prefeitura de Macapá entrega nova UBS Novo Horizonte

É o 68° equipamento de saúde entregue pelo Município desde o início da gestão, entre equipamentos de saúde que foram inaugurados, reinaugurados, reformados e ampliados.

Fotos: Cleito Souza

A Prefeitura de Macapá entregou nesta terça-feira, 24, a Unidade Básica de Saúde Novo Horizonte, na zona norte da capital. O valor total da obra foi de R$ 1.227.509,21. Deste total, R$ 1.042.000,00 foi de emenda parlamentar da deputada federal Marcivânia Flexa; e R$ 185.509,12 de contrapartida do Tesouro municipal. O prefeito Clécio Luís realizou a entrega da nova UBS em forma de Live na página da prefeitura, em suas redes sociais.

A unidade, de porte IV, foi totalmente construída. O espaço conta com consultórios clínicos, ginecológicos, odontológicos, pediátricos, sala de PCCU, sala de vacina, curativo, farmácia, sala de acolhimento, banheiros, sala de esterilização, recepção, direção e secretaria, salão de espera, copa, almoxarifado, dentre outros ambientes. A UBS ofertará atendimento em clínica geral, ginecologia, odontológico, exames de USG, PCCU, testes rápidos e de malária, farmácia, curativo, medicação, pré-natal, nutricionista e vacina, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. A unidade já iniciou suas atividades nesta manhã de terça-feira.

“Estou grata de poder contribuir com nossa emenda e, principalmente, de estar aqui, pois fazemos as emendas, mas nem sempre somos chamados para a entrega. Estou muito feliz em ver essa UBS pronta e funcionando, possibilitando atender tantas pessoas. Agradeço por transformar nossa emenda nessa obra e nos serviços importantíssimos para a saúde”, destacou a parlamentar Marcivânia Flexa.

No bairro Novo Horizonte já existia uma unidade de saúde que funcionava em um prédio alugado. Com a inauguração da nova UBS, o antigo prédio será devolvido. A unidade conta com médicos, 4 Equipes de Saúde da Família, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, nutricionista, farmacêuticos, recepcionista, serviços gerais.

“Os servidores do antigo prédio foram transferidos para a nova UBS e já estão trabalhando. São 20 anos de espera por uma UBS. Além de ser funcionária, sou usuária também, pois sou moradora do bairro, vivo aqui há 32 anos. Como profissional, estamos agradecidas por trabalhar nesse espaço que ficou tão bonito, amplo e que poderemos atender a toda a comunidade”, ressaltou a enfermeira da Equipe da Estratégia da Saúde da Família, Tatiana Vidal, que representou a diretora da unidade, que está adoentada.

“Estamos entregando esse novo equipamento de saúde. São 4 Equipes de Estratégias da Saúde da Família, com enfermeiros, técnicos ACS e médicos. Também temos 4 médicos, sendo 3 clínicos gerais e um ginecologista, com consultas agendadas devido à pandemia, temos odontólogos. Essa unidade é completa de atendimento básico à população e estamos muito felizes em poder entregá-la. Parabenizo todos que trabalharam e se empenharam para isso”, destacou a secretária de Saúde, Gisela Cezimbra.

A UBS Novo Horizonte é o 68° equipamento de saúde entregue pela prefeitura desde o início da gestão, entre equipamentos de saúde que foram inaugurados, reinaugurados, reformados e ampliados. Ela está localizada na Avenida Glicério de Souza Figueiredo, nº 1.952, atrás da escola. “Não é favor, é nossa obrigação. Mas ficamos muito felizes em poder fazer nosso trabalho. Essa UBS e tantas outras que pudemos construir, reformar, revitalizar, transformar esses espaços para receber bem nossa população, com serviços fundamentais, ficamos orgulhosos de deixar toda essa estrutura, como deve ser feito por uma gestão comprometida com seu trabalho”, ressaltou o prefeito.

Participaram da entrega da unidade, além do prefeito, da deputada Marcivânia Flexa, autora da emenda e da secretária de Saúde, Gisela Cezimbra; o secretário de Obras, David Covre e o secretário Paulo Dias.

Secretaria de Comunicação de Macapá

Karla Marques / Pérola Pedrosa

Assessoras de comunicação

Alerta de chuva moderada, com possíveis alagamentos na cidade de Macapá

A Prefeitura de Macapá informa que segue trabalhando para reduzir o impacto da forte chuva que atingiu a cidade desde o último domingo, 22, e está em estágio de mobilização devido à Defesa Civil municipal ter recebido, no início da noite desta segunda-feira, 23, um alerta do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), que haverá possíveis pancadas de chuva moderadas, com risco de alagamento para as próximas 48 horas.

De acordo com a Cemaden, poderá ter ocorrência de alagamento em função da extrapolação da capacidade de escoamento de sistemas de drenagem urbana e consequente acúmulo de água em ruas, calçadas ou outras infraestruturas urbanas. Possibilidade de ocorrência de inundação de canais de drenagem e igarapés tributários ao rio Amazonas.

Assim, equipes de diferentes órgãos do Município atuam neste momento. A Defesa Civil, junto com a Zeladoria Municipal e Secretaria de Obras, trabalharam na desobstrução de áreas de risco. “Quando ocorre esse alerta, colocamos nosso efetivo na rua para verificação dos bueiros, canais, que é o sistema de drenagem das águas da chuva em nossa capital. Hoje, já foram feitos serviços de desobstrução dos canais, dando vazão às águas da chuva”, informa o comandante Aldair Santos, coordenador da Defesa Civil do Município.

O comandante ainda pede aos condutores de veículos e pedestres que evitem trafegar próximo de área de canais, ressaca e de alagados. Se for necessário, tomar muito cuidado.

Secretaria de Comunicação de Macapá

Prefeitura intensifica trabalho de desobstrução e limpeza em canais e bueiros para evitar alagamentos em período de chuva em Macapá

A Prefeitura de Macapá intensificou a desobstrução e limpeza em canais e bueiros da cidade. O trabalho é preventivo e tem como objetivo evitar alagamentos durante as chuvas mais intensas, que já começam a cair na capital amapaense. Em alguns pontos, equipes da Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana precisaram do auxílio de máquinas para fazer a remoção do lixo que estava obstruindo a saída das águas.

Nesta segunda-feira, 23, os serviços acontecem de forma simultânea em vários pontos, entre eles canais do Beirol, Santa Rita e Nova Esperança, entorno do Deck da Rua Hildemar Maia, canal da Rua Professor Tostes com a Avenida Procópio Rola, Raimundo Álvares da Costa, Novo Horizonte e Bosque do Conjunto Ipê. No centro da cidade, os trabalhos precisaram ser redobrados. Na entrada de alguns bueiros há um volume grande de papelão, dificultando o escoamento da água da chuva.

Na Avenida 13 de Setembro, bairro Nova Esperança, uma grande quantidade de lixo foi retirada, maioria garrafas PET e sacolas plásticas. O trabalho precisou acontecer de forma manual devido ao difícil acesso ao local. Toda a extensão do canal recebeu a limpeza. Cerca de 30 toneladas de entulho foram removidas. Já no canal do Beirol com a rodovia Juscelino Kubitscheck, os profissionais precisaram do auxílio de uma escavadeira hidráulica e retroescavadeira para a desobstrução do canal, que estava coberto de lixo e de densa vegetação.

Durante a ação, o secretário municipal de Zeladoria Urbana, Carlos Gonçalves, que está acompanhando de perto os trabalhos, ressaltou que a limpeza dos canais e bueiros é mais uma frente de serviço essencial da prefeitura e de controle de alagamentos, com o objetivo de melhorar o fluxo das águas da chuva. “Esse é um trabalho de rotina. Mas, com a chegada das chuvas intensas, estamos reforçando os serviços para evitar transtornos à população”, explicou.

Durante os trabalhos, as equipes constataram mais uma vez que os transbordamentos dos canais e, consequentemente, os alagamentos são provocados pelo aterro de áreas de ressaca, acúmulo de lixo arrastado pelas chuvas, além do despejo incorreto de resíduos pelos próprios moradores. Nesses locais é possível encontrar restos de materiais de construção, carcaça de móveis e eletrodomésticos, pneus, garrafas PET e de vídeo.

“O serviço de limpeza e desobstrução, para evitar alagamentos, subida do nível da água e outros transtornos, está acontecendo diariamente. Mas a colaboração da população em não despejar lixo nessas áreas é de fundamental importância para que problemas dessa natureza não ocorram outras vezes”, concluiu o secretário.

A ação tem como objetivo melhorar o escoamento das águas no período de chuvas, evitando alagamentos nas vias e residências próprias. A medida é feita de forma preventiva e a prefeitura pede que a população denuncie a prática ligando para o Disk Denúncia, pelo número (96) 99970-1078, ou se dirigir ao prédio da Zeladoria, localizado na Avenida Maria Quitéria, nº 317, bairro Trem, na zona sul de Macapá.

Secretaria de Comunicação de Macapá

Mônica Silva

Assessora de comunicação

UBS Novo Horizonte será inaugurada nesta terça, 24

A Prefeitura de Macapá entrega nesta terça-feira, 24, a Unidade Básica de Saúde Novo Horizonte, na zona norte da capital. O valor total da obra foi de R$ 1.227.509, 21. O recurso é proveniente de emenda parlamentar da deputada federal Marcivânia Flexa e contrapartida do Tesouro municipal. A unidade, de porte IV, foi totalmente construída.

O espaço conta com consultórios clínicos, ginecológicos, odontológicos, pediátricos, sala de PCCU, sala de vacina, curativo, farmácia, sala de acolhimento, banheiros, sala de esterilização, recepção, direção e secretaria, salão de espera, copa, almoxarifado, dentre outros ambientes. A UBS funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Serviço

Data: 24/11 (terça-feira)

Horário: 9h

Endereço: Av. Glicério de Souza Figueiredo, nº 1.952, Novo Horizonte

Atendimento à imprensa:

Karla Marques

Assessora de comunicação

Contatos: 99119-2467 ou 98132-5053

Secretaria de Comunicação de Macapá

Defesa Civil Municipal de Macapá monitora pontos de alagamento na capital

Segundo levantamentos das Defesas Civis Municipal, Estadual e do Centro Integrado de Operação e Defesa Social (Ciods), foram registradas cerca 30 ocorrências ao longo da tarde e início da noite deste domingo, 22. De acordo com o comandante da Defesa Civil Municipal, Aldair Santos, a maioria das chamadas ocorreu nos bairros próximos ao canal Beirol.

“Recebemos a maior parte das solicitações de moradores do bairro Beirol. No local, o canal transbordou. Nossas equipes identificaram uma obstrução na bacia do canal do Beirol ao canal do bairro Pedrinhas. Outro fator verificado no local foi o acúmulo de lixo na área, o que ocasionou no interrompimento dos bueiros, causando transtornos à comunidade pela falta de vazão das águas da chuva”, explicou o comandante.

Ainda segundo Aldair, não houve ocorrência de remoção de moradores ou queda de árvores durante o período das chuvas na tarde deste domingo. Outras áreas também foram monitoradas pelas equipes da Defesa Municipal, como as áreas mais baixas e de ressaca da cidade.

Dados da gerência de hidrometeorologia do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Amapá (Iepa), registraram mais de 74 milímetros de chuva em menos de uma hora em toda a capital. A previsão de chuva para a capital era de 45 milímetros para todo o dia.

Em ação

Na manhã desta segunda-feira, 23, equipes da Prefeitura de Macapá executam serviços de capina manual, roçagem mecanizada nas bordas e remoção de entulho no leito dos canais da Avenida 13 de Setembro, nos bairros Nova Esperança e Beirol. O trabalho também está sendo feito nas vias Raimundo Álvares da Costa com Professor Tostes, no bairro Santa Rita; e Rua Hildemar Maia.

Para acionar a Defesa Civil Municipal de Macapá basta ligar para o número 153.

Secretaria de Comunicação de Macapá

Amelline Borges

Assessora de comunicação