Covid-19: trabalhadores da Educação de 40 a 49 anos serão imunizados nesta terça-feira (18); confira outros grupos

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vacinará contra a Covid-19 nesta terça-feira (18), trabalhadores da Educação com idade entre 40 e 49 anos que atuam em creches, na Educação Infantil, Ensino Fundamental I e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A vacinação deste grupo está prevista no Plano Nacional de Imunização (PNI) e acontecerá de 9h às 17h nos drives-thru localizados na Praça Floriano Peixoto, Praça do Estádio Zerão, Policlínica e Rodovia do Curiaú. Além do ponto fixo na quadra da Igreja Jesus de Nazaré.

Para iniciar o seu esquema vacinal, o trabalhador deverá apresentar originais e cópias de um documento oficial com foto, comprovante de residência, CPF, último contracheque e carteira de trabalho.

Pessoas em situação de rua
As pessoas em situação de rua acompanhadas pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e pela Subsecretaria de Vigilância em Saúde, terão uma nova oportunidade de se imunizar. A vacinação deste grupo também está prevista no PNI e iniciará a partir das 10h no Centro Pop.
Também será realizada a busca ativa deste grupo pela equipe do Consultório na Rua a partir das 19h.

Imunizante
Tanto os trabalhadores da Educação quanto as pessoas em situação de rua receberão a vacina Oxford/AstraZeneca, que é aplicada em duas doses. A segunda dose do imunizante será aplicada 12 semanas após o recebimento da primeira dose.

Pessoas com deficiência sem BPC
Ainda nesta terça-feira (18) a Semsa imunizará as pessoas com deficiência sem cadastro no Benefício de Prestação Continuada (BPC). Para eles, a vacinação é feita com a vacina Pfizer/BioNTech e acontecerá de 10h às 17h nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) São Pedro, Congós e Novo Horizonte.

Para ter acesso ao imunizante é necessário apresentar originais e cópias de um documento oficial com foto, CPF, comprovante de residência e um documento que comprove a condição.

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Começa a vacinação de profissionais da educação contra a Covid-19 em Macapá

A vacinação dos profissionais da educação iniciou nesta segunda-feira (17). Nessa fase foram vacinados os trabalhadores de 50 a 59 anos que atuam em creches e em escolas do Ensino Infantil, Ensino Fundamental 1 e Educação de Jovens e Adultos (EJA). A vacinação destes profissionais está prevista no Plano Nacional de Imunização (PNI).

A professora de Geografia que trabalha com turmas da Educação de Jovens e Adultos (EJA), Elioneide Cruz, foi uma das primeiras a receber iniciar o seu esquema vacinal no drive-thru localizado na Praça Floriano Peixoto. Ela conta que chegou ao local cedo para acompanhar todo o processo.

“Eu estou nervosa e sem dormir porque queria acompanhar toda a dinâmica da vacinação e, também rever alguns amigos que não vejo há mais de um ano. Além disso, eu estou ansiosa por esse momento porque a nossa categoria foi devastada pelo vírus. Lamentos por minhas amigas e meus amigos que não tiveram a oportunidade de se vacinar”, disse a professora.

Elioneide destaca ainda que nesse momento não há espaço para o negacionismo e ela acredita que mais profissionais da educação comparecerão. “Acredito que a nossa categoria vai comparecer. Somos formadores de opinião e nós não temos porque acreditar no negacionismo. A educação é que forma os futuros cientistas em todo nosso país”, afirmou.

Cronograma
A imunização dos profissionais da educação possui um cronograma de vacinação divido por níveis de ensino, com subdivisão por faixa etária. A medida tem como objetivo evitar aglomeração de pessoas na hora de receber o imunizante.

Finalizada a primeira fase, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) executará a segunda etapa deste grupo, que é direcionada os trabalhadores do Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio. A terceira fase compreende os profissionais do Ensino Profissionalizante e a última etapa será direcionada aos trabalhadores do Ensino Superior da capital.

Em todas as fases, a vacinação começa com os profissionais de 50 a 59, posteriormente é a vez dos trabalhadores com idade entre 40 e 49, em seguida é a vez de imunizar aqueles que tem entre 30 e 39 anos e, por fim, o cronograma segue com a imunização dos profissionais da Educação de 18 a 29 anos.

“Em cada dia faremos uma faixa etária diferente, mas quem, por algum motivo, não conseguiu se vacinar no dia direcionado a sua idade, pode procurar um ponto de vacinação e apresentar a documentação exigida para receber a sua dose do imunizante”, afirma a subsecretária de Vigilância em Saúde, Nayma Picanço.

Locais de vacinação
A vacinação dos profissionais da educação acontece de 9h às 17h, nos drives-thru localizados na Praça Floriano Peixoto, praça do Estádio Zerão, Policlínica e Rodovia do Curiaú. Além desses locais, é possível receber a primeira dose do imunizante na quadra da Igreja Jesus de Nazaré.

Documentação
Para receber a primeira dose do imunizante é necessário apresentar o original e cópia de um documento oficial com foto, CPF, comprovante de residência, último contracheque e carteira de trabalho.

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Em campanha contra o preconceito, bandeira LGBT é hasteada na Praça da Bandeira

Na manhã desta segunda-feira (17), a Secretaria Municipal de Direitos Humanos (SEMDH), por meio da Coordenadoria Municipal de Políticas de Diversidade (COPDI), lançou a campanha de combate à LGBTfobia, aderindo o movimento internacional. Em um ato simbólico, pela primeira vez, a bandeira LGBTQIA+ foi hasteada na Praça da Bandeira, no centro a cidade.

A campanha contra o preconceito traz o tema: ‘Respeite e acolha a diversidade. Macapá, uma cidade que combate a LGBTfobia’. O hasteamento da bandeira foi feito pela primeira mulher Trans guarda municipal de Macapá, Beatrice Borges.

“A representação deste ato é muito importante, visto que é a primeira vez que vejo um ato solene deste de hasteamento da bandeira, aqui na praça que é referência de lutas e movimentos sociais. Estou muito contente em poder estar participando e conduzindo a bandeira ao topo do mastro, representando nossa comunidade”, destacou Beatrice Borges.


O evento reuniu representantes da Secretaria de Mobilização e Participação Popular, Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Assistência Social, Secretaria Municipal de Comunicação Social e Fundação Municipal de Cultura, além dos Coordenadores que compõe as pastas da SEMDH e líderes de movimentos sociais.

“Fico feliz em saber que estamos avançando e conseguindo dar visibilidade à nossa missão. É um movimento importante para combater a ignorância, intolerância e preconceito. Sempre terão pessoas apontando o dedo, mas esse é o tipo de luta que sempre estaremos juntos ajudando, combatendo esses preconceitos”, pontuou o secretário municipal de Direitos Humanos, Gonçalo Borges.



O coordenador da COPDI, Edem Jardim, agradeceu a o apoio de toda a Prefeitura de Macapá.

“Hoje poder lançar esta campanha é um ato de resistência e fico muito grato por contar com toda a disponibilidade da Prefeitura de Macapá e suas secretarias que somaram forças para realizarmos as ações durante a campanha. A nossa programação será do dia 17 a 30 de maio, com ações de saúde, cadastramento para assistência social e outros serviços”.

Dando continuidade na programação, às 19h acontece uma Live com rodas de conversas sobre a criminalização da LGBTfobia e outros assuntos que envolvem a comunidade LGBTQIA+, além de intervenções artísticas e a exibição de depoimentos de pessoas que sofreram desta violência.

Bruno Nascimento
Secretaria Municipal de Direitos Humanos

Acadêmicos voluntários de Macapá recebem Certificado Nacional de Vacinação

Foto: Lee Amil

No domingo (16), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou a entrega do Certificado da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 para os acadêmicos do curso de Enfermagem que são voluntários nas ações de vacinação em Macapá.

O evento aconteceu no Shopping Popular, inaugurado pela Prefeitura no último sábado (15). O momento foi de alegria e satisfação, comemorado com lanche e entrega de brindes.

Foto: Lee Amil

A secretária municipal de Saúde, Karlene Lamberg, agradeceu pelo trabalho desempenhado em equipe durante a vacinação e elogiou o desempenho e apoio de todos.

“Nosso trabalho na vacinação tem sido realizado com sucesso. Estamos acelerando para que todos possam ser vacinados rapidamente e com segurança”, afirma a gestora.

Os acadêmicos aproveitaram o encontro para agradecer a oportunidade de fazer parte desse momento especial e marcante para todo o mundo.

“Foi uma experiência maravilhosa ser voluntário na vacinação contra a Covid-19. Ver o olhar de gratidão de cada pessoa ao ser vacinada não tem preço, tenho certeza que todos crescemos durante processo que será marcado na história da humanidade”, ressaltou o acadêmico Rafael Nascimento da Silva.

Cristiane Mareco
Secretaria Municipal de Saúde

Em alusão ao mês das mães, Prefeitura entrega kits para bebês nos Cras de Macapá

No mês dedicado ao Dia das Mães, a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) organizou uma programação de ações especiais que irão ocorrer durante todo o mês de maio. Os eventos são dedicados ao público de gestantes e puérperas que frequentam os Centros de Referência de Assistência Social de Macapá (Cras) que receberam Kits para bebês.

Na última semana, o Cras União, no bairro Perpétuo Socorro, promoveu um encontro entre as gestantes com palestras e dinâmicas sobre a maternidade, além de declamação de poesias. Durante o evento, foram entregues 20 kits para bebês, benefício eventual que vem com banheira, roupas, toalha de banho, fraldas e produtos de higiene infantil.

“É importante que as mães se sintam acolhidas pela equipe dos Cras e criem uma relação permanente com o equipamento. Nós fizemos uma dinâmica emocionante onde elas puderam compreender que são pessoas únicas e essenciais. Ficamos muito felizes em proporcionar um momento de serenidade e muita emoção para elas”, conta a secretária da Semas, Patrícia Ferraz.

As gestantes atendidas pelo Cras Amor levaram para casa 16 kits. No encontro, houve palestra sobre os cuidados com o recém-nascido no pós-parto e diversas homenagens. Antenora Santana, de 34 anos, que está próxima de dar à luz à Ester, conta que o diálogo com as profissionais foi essencial para as mães se conhecerem e compartilharem experiências sobre a gestação.

“Foi muito importante a conversa com as enfermeiras, pois elas nos orientaram sobre assuntos extremamente relevantes da gestação, como o pré-natal e o pós-parto. Também conhecemos umas às outras e pudemos dividir sentimentos e ideias sobre a gravidez. Além de ganharmos o kit bebê, fomos muito bem tratadas pela equipe do Cras”, disse a gestante.

No Cras Esperança, 08 gestantes ganharam o kit bebê na ação. Além das atividades, as mães tiraram dúvidas em uma roda de conversa com enfermeiras da UBS Rosa Moita sobre os diversos assuntos da gestação.

Emenda
O kit bebê é um benefício eventual para gestantes a partir de 08 meses de gravidez ou puérperas com recém-nascidos de até 01 mês de idade. O benefício é fruto da emenda parlamentar da bancada federal exclusiva para o enfrentamento à pandemia, no valor de R$19,1 milhões. Os autores da emenda são os deputados federais Acácio Favacho (Pros), Luiz Carlos (PSDB) e senador Randolfe Rodrigues (Rede).

Vithória Barreto
Secretaria Municipal de Assistência Social

Vigilância Ambiental de Macapá divulga resultado do II Ciclo do LIRAa de 2021

Entre os dias 26 de abril e 06 de maio de 2021, o Departamento de Vigilância Ambiental, vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou o II Ciclo de Levantamento do Índice Rápido para o Aedes Aegypti (LIRAa) deste ano, que avalia os índices larvários e identifica a frequência e os tipos de recipientes que servem como criadouros do mosquito em Macapá.

“Através do LIRAa vamos implantar medidas e ações nas áreas que apresentam maior risco de incidência de casos”, explica o diretor do departamento de Vigilância Ambiental, Bruno Barros.

Outro dado apresentado pelo relatório do II Ciclo do LIRAa foi em relação aos locais que funcionam como criadouro do mosquito. Lixo doméstico, saco plástico, latas, copos e demais materiais descartáveis representam 55,6% dos criadouros do mosquito, seguido de pneus, com 28,1%. Além deles, a equipe também identificou a reprodução do mosquito em caixas d ‘água elevadas, cisternas, baldes, vasos, geladeiras, pratos e tigelas de animais domésticos, tanque de borracharia e lajes.

“A partir dessas informações vamos atuar diretamente nos bairros que apresentaram alto e médio risco de forma a reduzir os impactos nestes locais. Para isso vamos promover uma série de ações em conjunto com as Secretarias Municipais de Meio Ambiente (Semam) e de Zeladoria Urbana para retirada dos pneus e limpeza destes locais e melhorias do espaço urbano das áreas impactadas, com conscientização da população através de educação sanitária”, disse Bruno.

Áreas

Nesta etapa do levantamento, as equipes do Departamento de Vigilância Ambiental visitaram 6.743 imóveis distribuídos em 53 bairros de Macapá.

Entre os locais que apresentaram baixo risco estão Fortaleza, Fazendinha, Rodovia JK, Chefe Clodoaldo, Centro Universitário, Conjunto da Embrapa, Pedrinhas, Central, Santa Rita, Nova Esperança, Alvorada, Infraero I e II, Loteamento Açaí, Parque dos Buritis, Ilha Mirim, Jardim Felicidade, Renascer, Loteamento Ipê, Boné Azul, Loteamento Sol Nascente, Jardim Caranã, Marabaixo, KM 12, Iapen, Goiabal, Lagoa dos Índios, Conjunto Irmãos Platon, Cabralzinho, Janaína, Coração e Conjunto Buriti.

O médio risco foi identificado nos bairros Jardim Marco Zero e Equatorial, Vila das Oliveiras, Muca, Araxá, Santa Inês, Beirol, Trem, Buritizal, Congós, Zerão, Perpétuo Socorro, Cidade Nova, Pacoval, São Lázaro, Pantanal, Brasil Novo, Parque das Palmeiras e Loteamento Amazonas.

Já o alto risco de infestação foi identificado nos bairros Julião Ramos, Jesus de Nazaré, parte do Centro.

Denúncias
Caso o morador identifique algum ponto em via pública, terreno baldio ou quaisquer outro lugar que pode ser um possível criadouro, ele deve acionar o Disque Denúncia através do 96 98813-3778. A equipe do Departamento de Vigilância Ambiental vai até o local para averiguar e tomar as medidas necessárias.

“Contamos com apoio e colaboração da população para que mantenham os espaços limpos para evitar a ocorrência de casos nestes locais”, conclui o diretor.

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Prefeitura entrega novos cartões do Auxílio Alimentação destinados a mototaxistas, taxistas e auxiliares; confira a lista

A Prefeitura de Macapá, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e Companhia de Transportes e Trânsito de Macapá (CTMac), inicia a entrega dos novos cartões do Auxílio Alimentação para taxistas, mototaxistas e auxiliares nesta segunda-feira (17), na Casa do Bolsa.

Os contemplados são 655 profissionais que se cadastraram em janeiro deste ano nas ações realizadas na Central do Cadastro Único. O cartão com o valor de R$ 300, dividido em duas parcelas de R$ 150, é destinado para a compra de alimentos nos locais que aceitem a bandeira Alelo no comércio de Macapá.

A entrega inicia às 16h30 desta segunda-feira, em um ato simbólico. A partir da terça-feira (18), os contemplados poderão fazer a retirada no setor do cartão auxílio alimentação, que funciona no andar superior da Casa do Bolsa, localizada na Rua Leopoldo Machado, no Trem. O atendimento é por ordem de chegada, de 8h às 12h e 14h às 18h. Os documentos necessários são o RG e CPF do beneficiário.

O benefício do cartão Auxílio Alimentação é executado com recurso de emenda da bancada federal no valor de R$15 milhões, que são parte do montante de R$19,1 milhões destinados para ações assistenciais de combate à pandemia. O recurso é de autoria dos deputados federais Acácio Favacho (Pros), Luiz Carlos (PSDB) e senador Randolfe Rodrigues (Rede).

Confira a lista de beneficiários:

Vithória Barreto
Secretaria Municipal de Assistência Social

Covid-19: Semsa inicia vacinação de profissionais da Educação e pessoas com privação de liberdade

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciará nesta segunda-feira (17) a vacinação dos profissionais da Educação e de pessoas com privação de liberdade. A imunização destes grupos está prevista no Plano Nacional de Imunização (PNI) e o vacina utilizada na ação será a Oxford/AstraZeneca.

A imunização dos profissionais da Educação será dividida em quatro etapas, com subdivisão por idade, de forma a organizar o processo de vacinação. A imunização desta segunda-feira (17) será direcionada aos profissionais de 50 a 59 anos que atuam em creches e em escolas da Educação Infantil, Ensino Fundamental 1 e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A vacina para este grupo estará disponível das 9h às 17h nos drives-thru localizados na Praça Floriano Peixoto, Praça do Estádio Zerão, Policlínica e Rodovia do Curiaú. Além deles, esses profissionais poderão iniciar o seu esquema vacinal na quadra da Igreja Jesus de Nazaré.

Para ter acesso ao imunizante é necessário apresentar originais e cópias de um documento oficial com foto, comprovante de residência, carteira de vacinação, o último contracheque e carteira de trabalho.

Pessoas com privação de liberdade
A imunização deste grupo acontecerá no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), e seguirá a seguinte ordem: idosos, pessoas com comorbidades e, posteriormente, os demais apenados em ordem decrescente de idade. A vacinação será feita pela equipe de Saúde do Iapen.

Pessoas com deficiência permanente e sem BPC
A Semsa continuará a ação de imunização das pessoas com deficiência permanente e sem cadastro no Benefício de Prestação Continuada (BPC). A vacinação deste grupo acontecerá das 10h às 17h nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) São Pedro, Congós e Novo Horizonte.

O imunizante utilizado é a Pfizer/BioNTech e para ter acesso a primeira dose é necessário apresentar um documento oficial com foto, comprovante de residência e um laudo médico que comprove a deficiência permanente.

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Prefeitura lança campanha de combate à LGBTfobia em Macapá

Nesta segunda-feira (17), a Prefeitura Municipal de Macapá (PMM), por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos (SEMDH) e Coordenadoria Municipal de Políticas de Diversidade (COPDI), lança a campanha de combate à LGBTfobia na capital.

Com o tema “Respeite e acolha a diversidade. Macapá uma cidade que combate a LGBTfobia”, a campanha será lançada oficialmente às 8h em cerimônia solene com hasteamento da bandeira LGBT em um dos mastros da Praça da Bandeira, no centro da cidade.

Dando continuidade na programação, às 19h acontece uma Live com rodas de conversas sobre a criminalização da LGBTfobia e outros assuntos que envolvem a comunidade LGBTQIA+, além de intervenções artísticas a exibição de depoimentos de pessoas que sofreram desta violência.

A programação da campanha se estenderá durante o mês de maio em outras ações voltadas à comunidade. O cronograma da programação será divulgado na Live.

Além da SEMDH, outras secretarias somam na ação, como as pastas de Mobilização e Participação Popular, Saúde, Assistência Social, Comunicação Social e Fundação Municipal de Cultura.

Secretaria Municipal de Direitos Humanos

Prefeito de Macapá entrega 364 metros de passarelas revitalizadas no bairro do Congós

O prefeito de Macapá, Dr. Furlan, realizou na manhã deste domingo (16), a entrega da passarela da rua Benedito Lino, no bairro Congós. A revitalização do trecho de 364 metros segue o cronograma de obras pela cidade e faz parte do aporte de 5 km de passarelas de madeira, que estão sendo revitalizadas em bairros da zona sul.

‘’Hoje é um domingo de alegria. Entregamos mais esse trecho de 364 metros de revitalização, na rua Benedito Lino. Agradeço ao senador Lucas Barreto pela emenda. Estamos devolvendo a mobilidade e dignidade à população que mora aqui. Vamos continuar trabalhando por uma Macapá melhor, pelo bem de todos’’, enfatiza o prefeito Dr. Furlan.

A obra foi executada pela Secretaria Municipal de Obras (Semob) com o recurso destinado pelo senador Lucas Barreto (PSD/AP). A emenda parlamentar tem o valor total de R$ 2 milhões e é direcionada a obras de revitalização de passarelas nas áreas de ressaca.

A moradora Damiana Vales tem 38 anos e reside no trecho revitalizado. Ela comemora a entrega da ponte de madeira, pois irá beneficiar a mobilidade do seu filho cadeirante Daniel Vales, que tem 7 anos.

‘’Estou muito feliz! Eu moro há 9 anos aqui e precisávamos mesmo. O doutor Furlan disse que ia nos ajudar e cumpriu. Tenho um filho cadeirante e agora com a passarela nova ele irá se locomover melhor’’, afirma a moradora.

O treinador de boxe Nelson dos Anjos, de 67 anos, reside no local. Segundo ele, a passarela significa segurança para os moradores da comunidade. ‘’Gostei muito porque o Prefeito vem na ponte verificar a necessidade do povo, que é muito carente. Essa revitalização melhorou a vida dos moradores, pois a ponte era toda podre. Cheguei a ver uma criança cair no lago’’, explica.

Demandas
Seguindo a agenda, o prefeito Furlan visitou um trecho da Alameda Bom Sucesso no bairro Congós, e as passarelas das avenidas Inspetor Orlando Dias e Manoel de Souza, no Universidade. As ações tinham como objetivo ouvir as demandas da população, para que sejam incluídas em um próximo projeto de revitalização.

O prefeito também fiscalizou a obra na Rua Pastor Deocleciano, no Jardim Marco Zero, que ajudará a evitar alagamentos no local.

Participaram das visitas, uma comitiva formada pelo vereador Alexandre Azevedo (PP/AP) e os secretários municipais de Obras, Cássio Cruz, Iluminação Pública, José Rigamonti, e de Zeladoria Urbana, Jean Patrick.

Aline Paiva
Secretaria Municipal de Comunicação Social