Prefeitura inicia cadastro domiciliar e territorial no Conjunto Habitacional Macapaba

No decorrer da próxima semana será realizado a varredura cadastral que busca atender  cerca de 20 mil moradores que residem no local.

Por Maison Brito - Secretaria Municipal de Saúde 

Neste sábado (8) as equipes de atenção básica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) estiveram no Conjunto Habitacional Macapaba para a realização do Cadastro Domiciliar e Territorial. O cadastro tem a função de levantar a quantidade populacional dos moradores que serão atendidos na UBS Macapaba I, assim como registrar as necessidades de saúde dos habitantes. 

A ficha para o Cadastro Domiciliar tem como objetivo registrar as características socioassistenciais dos domicílios no território. Por meio dela, é possível registrar as enfermidades da população pela equipe de saúde. As informações presentes na ficha são relevantes porque compõem indicadores de monitoramento e avaliação para as Redes de Atenção à Saúde.

“O cadastro vai ocorrer da área que abrange a UBS Macapaba I, o conjunto habitacional, para a contagem de pessoas que atendemos e mapear o número de grávidas para pré-natal, assim como verificar as enfermidades que os moradores da região possam ter e iniciar o tratamento na atenção básica, evitando que esses casos evoluam para um quadro mais grave”, comenta a subsecretária de Saúde, Alessandra Reis.

No decorrer da próxima semana será realizado a varredura cadastral que busca atender cerca de 20 mil moradores que residem no local.

O Conjunto Habitacional Macapaba, na zona norte de Macapá, recebeu no ano de 2021 uma Unidade Básica de Saúde (UBS) porte IV. A unidade é a maior de atenção primária do município e atenderá, principalmente, os mais de 20 mil moradores do habitacional.

Reeducandos do Iapen recebem serviços de saúde em ação conjunta entre Município e Estado

O monitoramento da equipe Estratégia Saúde da Família (ESF) segue até o dia 20 de janeiro e deve atender reeducandos que possuem sintomas da síndrome gripal.

Por Ana Cleide Torres - Secretaria Municipal de Comunicação Social

Nesta quinta-feira (06), a Prefeitura de Macapá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em conjunto com a Superintendência de Vigilância em Saúde do Amapá (SVS) e Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), realizaram atendimentos de enfermagem e consultas médicas aos apenados do Instituto de Administração Penitenciaria do Amapá (Iapen).

O monitoramento da equipe Estratégia Saúde da Família (ESF) segue até o dia 20 de janeiro e deve atender reeducandos que possuem sintomas da síndrome gripal.

A medida visa combater a proliferação do vírus da influenza dentro do sistema penitenciário e tratar casos positivos da doença, como explica a subsecretária de Assistência em Saúde, Alessandra Reis.

“Essa ação conjunta entre Prefeitura e Estado é necessária para que possamos alinhar estratégias de combate e proliferação da doença, tendo em vista que essas pessoas estão em contato direto com os agentes penitenciários, essa é uma maneira de preservar a saúde de todos”, destacou.

Durante o atendimento, as equipes realizam a entrega de medicamentos para os apenados de acordo com a prescrição médica. “O serviço de saúde dentro do sistema prisional segue as determinações asseguradas por lei que garantem atendimentos de saúde para pessoas que estiverem reclusas da sociedade”, concluiu.

Atualmente, o Instituto de Administração Penitenciário do Amapá (Iapen) possui cerca de 2.526 internos entre homens e mulheres. Fornece alimentação três vezes ao dia para os reeducandos e assegura assistência médica, odontológica, psicológica, social, educacional e jurídica, bem como assistência material com kis de higiene pessoal.

Estratégias
Com aumento dos casos de síndromes gripais, a Prefeitura de Macapá vem desenvolvendo estratégias para conter o surto da doença, campanhas de vacinação estão sendo intensificadas na capital, além do reforço sobre os cuidados sanitários que ajudam no combate a disseminação da doença.

Prefeitura realiza testagem rápida de malária em moradores de área ocupada na zona norte da capital

A atividade segue nos dias 24, 29 e 31 de dezembro.

Por Ana Cleide Torres - Secretaria Municipal de Saúde

Nesta quarta-feira (22) a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Departamento de Vigilância Ambiental e Coordenação de Vigilância em Saúde, iniciou as ações de intensificação de combate ao vetor da malária. A atividade segue nos dias 24, 29 e 31 de dezembro.

A área de ocupação irregular fica localizada no bairro Infraero II e as atividades seguem ainda no Terminal Rodoviário de Macapá. “Estamos concentrando os agentes em dois pontos justamente para fazer o bloqueio nas áreas que apresentam maior índice com a presença do vetor”, explicou o subsecretário de Vigilância em Saúde, Kleverton Siqueira.

A atividade conta com 18 agentes e as equipes trabalham na educação em saúde e atividades de detecção ativa, notificação, teste rápido de malária, tratamento imediato com entrega de medicamentos para moradores com teste positivo e borrifação intradomiciliar.

Em 2020, Macapá apresentou 662 casos positivos da doença. Em 2021 o município registrou 532 exames positivos, deste total 145 casos autóctones – que significa que a pessoa contraiu a doença no ambiente em que reside.

Doença da Febre amarela

A malária é uma doença transmitida pela picada da fêmea do mosquito Anopheles, infectada pelo protozoário do gênero Plasmodium. Os principais sintomas da doença são:

Febre alta; suores e calafrios; dor de cabeça forte; náuseas e vômitos; dor muscular em todo o corpo; fraqueza e cansaço constante; pele e olhos amarelados. Os sintomas surgem entre 8 a 14 dias após a transmissão.

Em caso de suspeita, a Secretaria Municipal de Saúde orienta a população a direcionar-se à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência.

Covid-19: Prefeitura de Macapá realiza varredura vacinal no bairro Perpétuo Socorro

Esta iniciativa faz parte da estratégia do município para alcançar 70% da cobertura vacinal com a 2ª dose do imunizante e, ainda, aplicar a 1° dose para o público retardatário.

Por Ana Cleide Torres - Secretaria Municipal de Comunicação Social

Com a finalidade de ampliar a cobertura vacinal em Macapá, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou nesta quinta-feira (2) a varredura vacinal contra Covid-19 na capital. A busca ativa começou pelo bairro Perpétuo Socorro.

Esta iniciativa faz parte da estratégia do município para alcançar 70% da cobertura vacinal com a 2ª dose do imunizante e, ainda, aplicar a 1° dose para o público retardatário.

A ação é realizada em conjunto com as equipes da Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) e Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

De acordo com a coordenadora da ESF, Adriana Martel, o objetivo é alcançar o público retardatário e aqueles que, por algum motivo, deixaram de ir até os pontos de vacinação receber a dose do imunizante.

“A equipe da Estratégia Saúde da Família já desenvolve esse trabalho de saúde nas residências e hoje estamos ampliando o nosso atendimento. A vacinação é a forma mais eficaz para prevenção e todos precisam estar imunizados”, destacou.

Liomara Marques recebeu a equipe de saúde em casa e tomou a 2°dose do imunizante. “Estava com medo de tomar a vacina e confesso que estava adiando minha ida até uma UBS, mas hoje vi essa oportunidade e decidi tomar. Fico grata porque o meu esposo não tinha tomado nem a 1°dose e agora ele também vai estar imunizado”, disse.

O esposo de Liomara, Sidosias Silva Nunes, tem 38 anos de idade e encontra-se debilitado devido o estado de saúde. A ida até uma UBS não era viável para o paciente.

“Nosso foco é rastrear também esse tipo de público. A meta é levar a vacina para todos. Contamos ainda com o imunizante da Influenza, sarampo e H1N1”, concluiu.

Para recebimento do imunizante em casa, basta apresentar o cartão do SUS e CPF.

PROGRAMAÇÃO VARREDURA

04/12- Bairro Central
Manhã e tarde

06/12- Bairro Alvorada
Manhã e tarde

07/12- Bairro Ipê
Manhã e tarde

08/12- Bairro Açaí (Manhã)

08/12- Boné Azul (Tarde)

09 e 10/12- Bairro Beirol
Manhã e tarde

11 a 13/12- Bairro do Muca
Manhã e tarde

Dia Mundial de Luta contra a AIDS: ações levam testagem e atendimentos de saúde à população de Macapá

No dia 6 de dezembro iniciará o Programa de Apoio às Pessoas Vivendo com HIV/Aids (PVHIV). O objetivo e realizar encontros quinzenais e formar uma rede de apoio e acompanhamento.

Por Ana Cleide Torres - Secretaria Municipal de Saúde

Em alusão ao Dia Mundial de Luta contra a AIDS – comemorado no dia 1º de dezembro desde 1988 –, a Prefeitura de Macapá reforça a população sobre a importância de ações preventivas, medidas de prevenção e para a conscientização da comunidade. Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Município oferecem teste rápido de HIV.

“Sabemos que o uso do preservativo ainda é a forma mais segura de prevenir a infecção. Buscamos orientar a população para obtermos o controle da epidemia. O certo é realizar a testagem rápida de 6 em 6 meses”, explicou o coordenador de infecções sexualmente transmissíveis, Fernando Oliveira.

As ações desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) buscam sensibilizar as pessoas sobre o diagnóstico precoce em infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), possibilitando maior eficácia dos resultados positivos quando se trata da avaliação baseada no diagnóstico.

“Independentemente dos eventos e campanhas sazonais, a prefeitura busca alcançar todos os grupos sociais. Realizando a testagem durante ações de saúde, sem dúvida impacta de forma importantíssima para as estratégias de combate para prevenção, transmissão e tratamento dessas doenças”, concluiu.

ESTRATÉGIAS

Rede de apoio
No dia 6 de dezembro iniciará o Programa de Apoio às Pessoas Vivendo com HIV/Aids (PVHIV). O objetivo e realizar encontros quinzenais, captação de pacientes em parceria com atores dos movimentos sociais que lutam pela inserção desse público na sociedade. Assim, torna-se possível efetivar a participação dos pacientes ao acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS), aproximando esse público da Atenção Básica.

Em 2022 será lançada a estratégia que objetiva alcançar parte da população resistente ao teste rápido ofertado nas UBSs com a realização da distribuição do autoteste.

“A novidade do autoteste para HIV/AIDS agrega-se de forma inovadora as tecnologias para diagnostico simplificado, ágil e oportuno quanto ao momento individual e particular de cada pessoa, podendo ser realizado em qualquer local ou horário, todavia, devendo este paciente ser auxiliado sobre o que fazer no momento do resultado obtido”, finalizou o coordenador.

Dados sobre à doença
No Brasil, em 2019, foram diagnosticados 41.909 novos casos de HIV e 37.308 casos de AIDS – informados no Sistema de Informação de Agravos de Notificações (SINAN), declarados no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e registrados no Sistema de Controle de Exames Laboratoriais/Sistema de Controle Logístico de Medicamentos (SISCEL/SICLOM).

Em Macapá, o Serviço de Atendimento Especializado SAE/CTA que atende cerca de 4 mil pacientes, registrou em 2021, de janeiro a setembro, 182 casos de HIV.

Secretaria de Saúde de Macapá leva atendimentos para servidores do Tjap

Dentre os serviços ofertados, o público masculino pode ser beneficiado com exame Antígeno Prostático Específico, conhecido como PSA.

Por Ana Cleide Torres - Secretaria Municipal de Saúde

A segunda-feira (29) foi bem diferente no Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap). Serviços de saúde foram ofertados, atendendo aproximadamente 40 servidores, entre homens e mulheres em uma ação coordenada pela Secretaria de Saúde de Macapá (Semsa), com o intuito de proporcionar bem-estar e saúde no ambiente de trabalho.

Dentre os serviços ofertados, o público masculino pode ser beneficiado com exame Antígeno Prostático Específico, conhecido como PSA. Trata-se de um exame realizado por meio de coleta de sangue que indica alterações na próstata, recomendasse que homens a partir de 45 anos de idade faça pelo menos uma vez ao ano o exame.

Para o desembargador do Tjap, Mário Euzébio Mazurek, os atendimentos ofertados para os servidores estimulam a busca por qualidade de vida. “Além de verificarmos como está nossa saúde, a ação incentiva as pessoas a se cuidarem e buscarem estar em dia com todos os exames, cuidar para que no futuro a gente possa viver uma vida mais tranquila”, destacou.

Durante as ações em parceria busca-se levar atendimentos que proporcionam bem-estar, além de orientação sobre autocuidado como; limpeza de pele, teste rápido, vacina, massagem, auriculoterapia, massoterapia, consulta cardiológica e eletrocardiograma.

A gestora da Semsa, Karlene Lamberg, destacou a importância de ter vários atendimentos disponibilizados em uma ação e ainda promover essas atividades dentro do próprio ambiente de trabalho.

“O serviço de saúde é fundamenta. Trazer o atendimento para perto das pessoas faz parte das ações desenvolvidas pela secretaria, onde buscamos atender o maior número de pessoas, proporcionado a eles um momento de autocuidado, que às vezes, com a rotina intensa de trabalho, o cuidado fica de lado”, frisou.

Ação de saúde é realizada na comunidade de Ilha Redonda

Semsa atendeu crianças, adultos e idosos da comunidade.

Por Ana Cleide Torres - Secretaria Municipal de Saúde

Neste sábado (20), a equipe da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou uma grande ação de saúde na comunidade de Ilha Redonda para crianças, adultos e idoso. Atendimentos médicos, aplicação de vacinas, realização de exames e aferição de pressão arterial foram os serviços ofertados na Unidade Básica de Saúde (UBS) Ilha Redonda.

Fotos: Abel Neto

Para a secretária de Saúde, Karlene Lamberg, as ações nas comunidades fortalecem o vínculo entre a Prefeitura e a população. “Essas atividades buscam levar até as comunidades os serviços básicos de saúde. Uma oportunidade para fazer o check-up, além de ser uma forma de garantir o direito à saúde dessas pessoas e possibilitar que todos possam ser atendidos”, destaca a gestora.

O morador da Ilha Redonda, Joaquim dos Santos, de 64 anos, aproveitou para deixar os exames em dia. “Ter a oportunidade de realizar esses exames em um só dia é maravilhoso, ainda mais pra gente que já tem uma certa idade. Toda vez que ações acontecem é uma oportunidade para os nossos moradores cuidarem da sua saúde”, disse.

Saúde em casa
Dona Izolina da Silva Nunes, de 105 anos, foi atendida pela equipe na sua residência, que fica localizada no ramal do Bonito. Para o seu filho, Raimundo Nunes, é satisfatório receber o atendimento em casa.

“Moramos em uma localidade de difícil acesso, sair daqui é uma luta. Minha mãe vive deitada em uma rede e precisa desse acompanhamento em casa. Hoje estive na UBS Ilha Redonda e aproveitei para pedir que a equipe viesse atendê-la em casa. Toda família tá feliz com cuidado que a gente tá tendo”, contou emocionado.

‘Chegar até essa idade é reflexo do autocuidado’, diz idoso atendido em ação de saúde no Horto Municipal

Servidores e moradores de bairros da zona norte participaram da ação voltada à saúde do homem.

Por Ana Cleide Torres - Secretaria Municipal de Saúde

Foto: Abel Neto

Nesta quinta-feira (18) foi a vez da comunidade da zona norte receber os serviços de saúde direcionado ao público masculino, em alusão ao Novembro Azul. Moradores do bairro Jardim Felicidade I e bairros adjacentes e os servidores do Horto Municipal puderam realizar o exame do PSA e outros checapes que fazem parte das consultas de rotina.

O Antígeno Prostático Específico (PSA) consiste na coleta de sangue usada para rastreamento do câncer de próstata em homens assintomáticos. O exame também é utilizado naqueles que apresentam sintomas causados pelo câncer de próstata.

“Em todas as ações do Novembro Azul desenvolvidas pela Semsa buscamos oferecer esse atendimento, que deveria fazer parte da rotina de exames da população, sem precisar de uma data especifica para cuidar da saúde. O propósito é disponibilizar os serviços essenciais para este público da zona norte da capital e ainda para os nossos servidores”, destacou a secretária municipal de Saúde, Karlene Lamberg.

Morador do bairro Jardim Felicidade I, aos 71 anos de idade, João Rodrigues do Nascimento, conta que sua saúde sempre foi prioridade e busca manter todos os exames de rotina em dia.

“Quem já tem uma idade avançada precisa se preocupar mais com a saúde. Desde cedo sempre mantive todos os cuidados. Todo ano faço os exames de checape. Verifico os locais que promovem ações de saúde e aproveito para cuidar da minha, afinal chegar até essa idade é reflexo do autocuidado”, enfatizou.

Para o gestor da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Marcelo Oliveira, proporcionar este momento de autocuidado para os servidores é uma forma de colaborar com o incentivo na busca pelos atendimentos e cuidados à saúde.

“Chamamos todos os nossos servidores para participarem desta ação. É gratificante oportunizar isso a essas pessoas que dedicam parte do seu dia contribuindo para uma cidade melhor. Junto com os nossos servidores recebemos também o público externo atendido pela ação do Novembro Azul”, explicou o gestor.

Sandoval Neves Rodrigues, 56 anos, trabalha no Horto Municipal há trinta anos e fala que a rotina acaba o afastando dos cuidados à saúde. “A gente trabalha tanto que não encontra tempo para cuidar da saúde, mas mesmo sem a rotina de cuidados diários sempre busco ao menos manter em dia o exame de próstata”, disse o servidor.

O PSA pode ser realizado nas Unidades Básicas de Saúde (USBs); Congos, Perpétuo Socorro, Rubim Aronovitch, Raimunda Hozanan, Marabaixo e São Pedro.

Novembro Azul: Semsa realiza ação de saúde no distrito do Maruanum

Para garantir o acesso aos serviços ao maior número de homens, a Semsa também realiza ações nos distritos de Macapá.

Por Maison Brito Pereira - Secretaria Municipal de Saúde

Foto: Abel Neto

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou neste sábado (13) mais uma ação da campanha do Novembro Azul. Desta vez, os serviços de saúde foram disponibilizados na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Maruanum II, localizada no distrito do Carmo do Maruanum, cerca de 80 km da capital. A atividade promoveu serviços de saúde e conscientização aos homens da comunidade.

Durante a ação foram ofertadas consultas médicas; serviços de odontologia, psicologia, eletrocardiograma, aferição de pressão, glicemia, massoterapia e testes rápidos, além de palestras relacionadas ao tema do câncer de próstata.

Cerca de 100 homens receberam atendimentos de saúde no Maruanum. Para garantir o acesso aos serviços ao maior número de homens, a Semsa também realiza ações nos distritos do município.

Osvaldo Ramos da Silva, de 55 anos, conta que a rotina de cuidados com a saúde faz parte do seu dia a dia. “Venho realizando o exame de PSA há três anos. Já tenho alguns problemas de saúde e não quero que o câncer de próstata seja um deles. Por isso, é melhor prevenir e manter os exames em dia”, disse.

Além do exame de PSA, Osvaldo aproveitou para receber outros atendimentos voltados aos cuidados com o corpo. “Recebi o atendimento na sala de massoterapia. É a primeira vez que faço, espero que a Prefeitura retorne sempre com essas ações nos distritos”, complementa.

Ações nos distritos
Para a secretária Municipal de Saúde, Karlene Lamberg, as ações nos distritos são de grande importância, pois levam serviços de saúde para as comunidades e estabelecem uma comunicação mais assertiva e, dessa forma, é possível identificar as necessidades e as prioridades.

“Essa programação é essencial para os homens realizarem os exames de prevenção e cuidarem de si. Convocamos todos para participarem das ações especiais do Novembro Azul e cuidarem de sua saúde”, afirma.

Exame PSA
Tem como principais funções verificar a presença de um câncer de próstata e o andamento da doença, mas também é um marcador comum para outras enfermidades da próstata, como a prostatite e lesões no geral. O PSA é solicitado em homens com mais de 50 anos ou com histórico familiar. Mas, costuma ser indicado a partir dos 45 anos.

Novembro azul
Novembro Azul é uma campanha de conscientização que acontece todos os anos com o objetivo de orientar o público masculino para os cuidados com a saúde, alertando sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. Em Macapá, para receber os atendimentos voltados para o público masculino é necessário a apresentação de um documento oficial com foto e cartão do Sus.

PRÓXIMAS AÇÕES DO NOVEMBRO AZUL:

18/11- Ação em saúde do homem
Local: Horto Municipal
Horário: 8h às 12h

22/11- Ação em saúde do homem
Local: Macapá Shopping
Horário: 8h às 12h

26/11- Ação em saúde do homem
Local: Villa Nova Shopping
Horário: 8h às 12h

27/11- Encerramento
Local: Ijoma
Horário: 8h às 12h

Novembro Azul: secretaria municipal de Saúde e Senac realizam atendimentos voltados à prevenção do câncer de próstata

Mês mantém programação com ações de atenção à saúde do homem, fazendo um alerta para os cuidados que devem ser realizados com frequência por este público.

Por Ana Cleide Torres - Secretaria Municipal de Saúde

Foto: Abel Neto

As ações em alusão ao mês de novembro seguem em toda capital, e nesta sexta-feira (12) os atendimentos de saúde foram ofertados no prédio do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Exame de PSA, vacinas contra Covid-19, sarampo, influenza, teste rápido de sífilis, Hepatite B e C, HIV, verificação de PA, teste de glicemia, avaliação e orientação nutricional, massagem relaxante, limpeza facial com aplicação de argila, corte de cabelo e barba, profilaxia, aplicação de flúor e limpeza de sobrancelha são alguns dos serviços ofertados à comunidade e ainda aos profissionais que atuam no Senac.

A atividade é desenvolvida em parceria e beneficiou o público masculino de todas as idades. “A importância de parcerias com instituições de ensino que ponham em prática a testagem em IST resulta em diagnóstico e tratamento oportuno de possíveis problemas de saúde. Dessa maneira, esse tipo de ação que o Senac produz e a dispensação de testes é de suma importância para uma melhor prestação dos serviços de saúde. O HIV, a sífilis e as hepatites vírais, além de outras infecções, fazem parte da realidade de muitas pessoas e poder mudar isso tem a ver com união conjunta”, destacou o coordenador de infecções sexualmente transmissíveis do município, Fernando Oliveira.

Novembro Azul é um mês de atenção à saúde do homem, fazendo um alerta para os cuidados que devem ser realizados com frequência por este público, pensando nisso, as equipes proporcionaram palestras de conscientização sobre o câncer de próstata, explica a Instrutora e enfermeira do Senac, Danielle Di Lorena.

“Realizamos a palestra com urologistas que falou sobre ‘Prevenir ainda é a melhor opção’ e ainda uma palestra motivacional falando do ‘Despertar da consciência para o autocuidado’, os participantes puderam ver casos de amputações e a importância de prevenir para que isso não aconteça, mostramos dados de casos no Amapá, visando despertar o interesse deles para realização desses exames”, disse.