MacapaTur divulga lista dos habilitados no edital 001/2021

A partir da seleção, os habilitados participarão de um dos eventos em comemoração ao aniversário de Macapá.

Por Viviane Monteiro - Instituto Municipal de Turismo

O Instituto Municipal de Turismo (MacapaTur), divulga o resultado final dos habilitados no credenciamento de artistas do segmento gospel. A partir da seleção, eles estarão aptos a participar da Virada Cultural, que será promovida para comemoração do aniversário de 264 anos de Macapá. A programação continua mantida, mas mudará de data. A medida se deu em função do aumento de casos de Covid-19 na capital.

“No edital já prevíamos as questões relacionadas as medidas sanitárias de combate a Covid-19 e a ideia é que as apresentações sejam presenciais e com público. Por isso o evento será realizado em um momento oportuno, que será divulgado posteriormente”, diz o diretor-presidente da MacapaTur, Benício Pontes.

O gestor explica que o suspensão da programação aniversário permite ainda a criação de um edital complementar, que será voltando às categorias com vagas remanescentes. “Assim que este edital for finalizado, vamos abrir uma nova seleção para o preenchimento das vagas que ficaram em branco”, completa o Benício Pontes.

Confira aqui a lista dos habilitados.

Macapatur divulga lista de artistas habilitados para shows gospels do aniversário de Macapá

Resultado final será divulgado na quarta-feira, dia 26.

Por Viviane Monteiro - Instituto Municipal de Turismo

O Instituto Municipal de Turismo (Macapatur) divulgou nesta quinta-feira (20), a lista de habilitados na análise técnica e documental prevista no edital de credenciamento de artistas gospels que participarão da programação de aniversário de 264 anos de Macapá.

ACESSE A LISTA AQUI

Serão selecionados 49 profissionais em 13 categorias, um investimento no valor de R$ 80 mil. A estrutura para a realização do show terá o custo total de R$ 70 mil. Os recursos foram captados por meio de verba federal articulada pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede). A lista final dos selecionados será publicada na quarta-feira (26).

“Os evangélicos representam cerca de 30% da população da nossa capital, mas não há essa representatividade nos eventos realizados pelo poder público. Nesse sentido, a Prefeitura de Macapá está inserindo a cultura gospel em seu calendário”, ressalta Benício Pontes, diretor-presidente da Macapatur.

Confira o cronograma do edital

22/12/2021  – Publicação do Edital

22/12/2021 a 14/01/2022  –  Período de inscrição

22/12/2021 a 11/01/2022 –  Período de impugnação

17/01/2022 a 18/01/2022  –  Análise documental e técnica dos projetos

20/01/2022  –  Divulgação de habilitados e inabilitados na análise técnica e documental

21/01/2022  –  Período de recurso

26/01/2022  –  Publicação do resultado final da análise

1ª Virada Cultural: Prefeitura de Macapá lança edital para inscrição de artistas

Inscrições são gratuitas e acontecem entre os dias 17 e 21 de janeiro de forma presencial e on-line.

Por Naiara Milhomem - Fundação Municipal de Cultura

Com objetivo de fomentar a cultura local, a Prefeitura de Macapá, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Fumcult), lançou nesta quinta-feira (13) o edital 001 de 2022, que busca inscrever artistas macapaenses para a 1° Virada Cultural, acontecerá em comemoração aos 264 anos da capital amapaense.


Com o edital, os artistas e grupos artísticos podem pleitear a participação na programação do aniversário da cidade – no dia 4 de fevereiro. Os eventos pensados acontecerão em vários pontos da cidade com atividades culturais e de lazer.


Inscrições
As inscrições são gratuitas e acontecerão de forma presencial e on-line, a partir das 9h da segunda-feira (17), e seguem até o dia 21 de janeiro, na Fundação Municipal de Cultura, situada na Rua Eliezer Levy, 1610, Centro, ou pelo e-mail: viradacultural001pmm@gmail.com.

Para mais detalhes entre em contato no e-mail fumcultmacapa@gmail.com ou ACESSE AQUI.

Aniversário de Macapá: encerra nesta sexta o período de inscrição de artistas gospel

A prefeitura disponibilizou nas suas redes sociais um passo a passo para auxiliar no processo de inscrição.

Por Viviane Monteiro - Instituto Municipal de Turismo

O Instituto Municipal de Turismo (MacapaTur) encerra nesta sexta-feira (14) a inscrição para credenciamento de artistas gospel para apresentações na programação do aniversário de Macapá, conforme o edital 001 de 2021.

Os interessados têm até às 23h59 do dia 14, para realizar a inscrição.

SE INSCREVA AQUI

A prefeitura disponibilizou nas suas redes sociais um passo a passo para auxiliar no processo de inscrição.

Macapá completa 264 anos e comemora com virada cultural e programação artística em pontos turísticos

O aniversário da cidade representa a fé, tradição e cultura da Amazônia. As atrações contemplam os diversos segmentos artísticos e culturais.

Por - Secretaria Municipal de Comunicação Social

Virada cultural, música, artesanato e teatro de rua integram a programação do aniversário de 264 anos de Macapá, comemorado no dia 4 de fevereiro. A Prefeitura prepara uma grande festa para a capital banhada pelo rio Amazonas. O objetivo é atrair a comunidade para celebrar as atrações em homenagem a cidade.

O festival de Iemanjá, que visa saudar a Rainha do Mar, abre os festejos no dia 2 de fevereiro. A festividade tem como objetivo fortalecer as ritualísticas do candomblé, umbanda e tambor de mina, valorizando as manifestações tradicionais da cultura negra em Macapá.

As atrações contemplam os diversos segmentos culturais e pretendem fazer um resgate histórico da terra tucuju. Além de lazer e entretenimento, o esporte ganha notoriedade, abrindo a programação do dia 4 de fevereiro com corrida de rua.

‘’Neste primeiro momento, os grupos de Fanfarra, que contam com instrumentos de sopro e percussão, participarão do decorrer do percurso da corrida, anunciando a passagem dos atletas’’, destaca o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Olavo Almeida.

No setor artístico, a Virada Cultural terá atrações simultâneas em toda a cidade, com ações realizadas em galerias, palcos e pontos turísticos.

Confira a programação:

2 de fevereiro
Festival de Iemanjá

4 de fevereiro
• Prefeitura de Macapá
Corrida de rua
Horário: 6h

• Araxá
Sexta da diversidade / LGBTQIA+
Horário: 16h

• CEU das artes
Artes cênicas e visuais
Horário: 12h (Início da exposição de obras de artista plásticos)

• Curiaú
Marabaixo e Batuque
Horário: 12h10min

• Fazendinha
Shows de Música: melody, brega, saudade e guitarrada
Horário: 12h10

• Mercado Central
9h – Pronunciamento oficial
10h – Audiovisual
12h10 – Shows musicais
16h – Dança (clássica, brega, salão etc.)

• Praça da Bandeira
Música instrumental, rap, shows de rock e música alternativa.
Horário: 16h

• Praça chico Noé
Capoeira e teatro de rua
Horário: 16h

• Praça da Prefeitura
Música Popular Amapaense (MPA)
Horário: 12h10min

• Praça Veiga Cabral
Concerto de Poesias, exposições de artes visuais, artesanato e música voz e violão
10h – Artesanato e Artes visuais
15h – Poesia e música

• Bicicleata
Horário: 16h
Concentração: início da avenida Cora de Carvalho, em frente ao prédio da Igreja Universal
Percurso: sistema binário (Avenidas Cora de Carvalho e Padre Júlio), com término no Mercado Central

Dança Comunidade: projeto abre vagas para turmas de 2022

As aulas são ofertadas para casais com intuito de melhorar a socialização através da dança.

Por Viviane Monteiro - Instituto Municipal de Turismo

O Dança Comunidade é um projeto de socialização entre casais desenvolvido pela Prefeitura de Macapá, por meio do Instituto Municipal de Turismo (MacapaTur), abre novas vagas para aulas de dança nos ritmos brega, forró, arrocha, bolero, samba, bachata, cumbia, salsa e soltinho para a comunidade.

O projeto tem intuito de reestabelecer a socialização e convívio entre pessoas, que foi afetado com o isolamento social ocasionado pela pandemia de Covid-19.

As aulas do Dança Comunidade iniciam no dia 11 de janeiro e acontecerão no Mercado Central, duas vezes na semana, nos dias de terça e quinta-feira, às 19h.

Para participar do projeto é necessário seguir alguns critérios de medidas de segurança como uso obrigatório de máscara, ter par fixo, apresentar carteira de vacinação, não ser do grupo de risco, além do participante não pode comparecer se estiver com sintomas gripais e com 3 faltas consecutivas o casal será desligado do projeto.

As inscrições serão feitas no Mercado Central, uma hora antes de começar a aula. O projeto tem capacidade máxima de até 15 casais inscritos.

Aniversário de Macapá: inscrições de atrações de cultura gospel continuam até dia 14 de janeiro

As inscrições são gratuitas e serão efetuadas exclusivamente de forma online. O investimento é de R$ 80 mil.

Por Viviane Monteiro - Instituto Municipal de Turismo

O Instituto Municipal de Turismo (Macapatur) segue com as inscrições até 14 de janeiro de 2022 para o edital de chamada pública 001 de 2021. O processo busca credenciar artistas gospels para compor as atrações do aniversário de Macapá, que ocorrerá em fevereiro de 2022.

As inscrições são gratuitas e serão efetuadas exclusivamente de forma online.

O edital busca reconhecer a cultura e as artes em suas múltiplas vertentes desenvolvidas por companhias e grupos de teatro, dança, djs, artes visuais, música, apresentadores, cultura popular e tradicional gospel.

O investimento será de R$ 80 mil para 49 artistas entre 13 categorias, mais o valor de R$ 70 mil para estrutura de apresentação. Os recursos foram destinados pelo senador Randolfe Rodrigues.

O projeto ‘Calendário da Cultura Gospel em Macapá’ valoriza o conhecimento e expressões culturais populares gospels e tradicionais contribuindo para a sustentabilidade econômica da população local, assim como dá visibilidade aos artistas populares para serem reconhecidos em seus talentos e, ainda, tornar o projeto um evento cultural e turístico oficial do município de Macapá.

Poderão participar do credenciamento os microempreendedores individuais (MEI) e pessoas jurídicas de natureza cultural, com ou sem fins lucrativos, cujo ramo de atividade tenha código da atividade econômica registrada, seja compatível e pertinente ao objeto da prestação de serviços deste regulamento, que se inscreverem e comprovarem estar habilitadas a prestar os serviços, conforme requisitos exigidos no edital.

Cronograma
22/12/2021  – Publicação do Edital
22/12/2021 a 14/01/2022  –  Período de inscrição
22/12/2021 a 11/01/2022  –  Período de Impugnação
17/01/2022 a 18/01/2022  –  Análise Documental e Técnica dos projetos
20/01/2022  –  Divulgação de habilitados e inabilitados na Análise Técnica e documental
21/01/2022  –  Período de Recurso
26/01/2022  –  Publicação do Resultado Final da análise

‘Classificar uma canção no Fescam teve um gostinho especial’, diz artista finalista no 1°Festival da Canção Macapaense

Com intuito de fomentar e estimular a produção musical, o Festival foi executado com 20 canções inéditas.

Por Naiara Milhomem - Secretaria Municipal de Comunicação Social

“Classificar uma canção no Fescam teve um gostinho especial, pois estou às vésperas do lançamento do meu trabalho solo intitulado ‘Eu Não Ando Só’’’, disse a cantora e compositora Sabrina Zahara, sobre o 1°Festival da Canção Macapaense. Nos dias 17 e 18 de setembro de 2021, 20 artistas encantaram o público que acompanhou o espetáculo de maneira virtual, nas redes sociais da Prefeitura de Macapá.

Com mais de 20 anos de carreira, Sabrina Zahara cantou ‘Pororoca’, que faz referência ao seu novo álbum. “Estar entre as 10 finalistas foi além de satisfatório. Pude ver a cultura amapaense sendo exaltada e contemplada. Além disso, saber que você faz parte de tudo isso é simplesmente incrível. Lembro que estávamos em êxtase’’, comenta.

Fescam
O 1° Festival da Canção Macapaense (Fescam) foi realizado pela Fundação Municipal de Cultura (Fumcult). As inscrições iniciaram no dia 30 de junho de 2021, para os compositores locais. A iniciativa tinha como objetivo estimular os artistas a fazerem composições de cancioneiro popular e trazer a valorização de novos talentos. 

Criado para fomentar a produção musical na capital, o Fescam selecionou 20 canções inéditas, que foram avaliadas por uma comissão de julgamento sob os critérios de Melhor Arranjo, Letra, Intérprete e Melodia. O investimento foi de aproximadamente R$18 mil em premiações.

Os dois primeiros dias de apresentação selecionaram as 10 canções finalistas, concorreriam aos primeiros três lugares e as categorias de Melhor Arranjo, Intérprete e Música Popular. A grande final foi transmitida ao vivo nas redes sociais da Prefeitura, no dia 19 de setembro.

1º Festival Live Melody de Macapá movimentou fã-clubes e contagiou internautas em 2021

Evento foi transmitido pelas redes sociais da Prefeitura e reuniu, em cinco dias de programação, mais de 150 mil de público.

Por Naiara Milhomem - Secretaria Municipal de Comunicação Social

Com objetivo de dar visibilidade à cultura do norte – que miscigena brega, tecnologia e a energia dançante do amazônida – o 1° Festival Live Melody promovido pela Prefeitura de Macapá integrou fã-clubes, dançarinos, expectadores, DJs e muita diversão em cinco dias de evento.

O melody e tecnobrega deram deram o ritmo para as dezenas de duplas que se apresentaram entre os dias 22 e 27 de setembro. O evento aconteceu com recursos destinados pelo executivo municipal, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Fumcult), em parceria com a Federação Amapaense dos Fã- Clubes e Equipes de Melody (Fefam).

Foram 15 casais que representaram equipes que dançaram sob julgamento de uma comissão composta por juri técnico ligados à cultura e ao segmento.

Todos os participantes e aparelhagens receberam cachê artístico. Os vencedores levaram para casa troféu e premiação de R$ 1 mil para o 1º lugar, R$ 500 para o 2º lugar e R$ 200 para o 3º lugar.

Daiane Souza e Diego Souza Farias, da equipe Furiosos Motocar, que garantiram o primeiro lugar na disputa, falam com gratidão sobre o evento.

“Nós, que ganhamos, conseguimos nos destacar por um ano e, em relação ao prêmio, nos permitiu cobrir gastos com figurino, condução e transporte, além de ajudarmos nossas famílias. Mas, acima de tudo, estamos gratos porque gostamos do ritmo, foi muito importante para todos nós e ajudou à engrandecer muito o melody em Macapá”, contou Daiane.

Durante os cinco dias de transmissão ao vivo nas redes sociais, o festival somou mais de 45 mil pessoas assistindo simultaneamente. Ao fim, o público online foi de cerca de 150 mil internautas e, até dezembro deste ano, mais de 350 mil views foram contabilizadas.

“A Prefeitura deu uma ênfase muito grande com essa live. Foi muito importante para os vencedores e para quem participou, nos sentimos reconhecidos e agradecemos a Prefeitura”, frisou o presidente da Fefam, Reinaldo Barbosa.

Em julho de 2015, o ritmo melody foi reconhecido como Referência Cultural Contemporânea do Amapá, a partir de um projeto de lei de autoria do então deputado estadual Dr. Furlan.

“Há anos nós lutamos pelo reconhecimento deste ritmo como parte da nossa trajetória cultural; virou lei e hoje é política pública executada efetivamente. É inclusão e respeito por todos que fazem cultura em Macapá, em qualquer lugar e por qualquer segmento da capital”, disse o prefeito, à época.

Mercado Central passa a ter box exclusivo com produtos artesanais afros

O novo espaço foi inaugurado pelo Improir e vai funcionar de forma colaborativa para fomentar a economia e movimentar o comércio.

Por Alexssandro Lima - Instituto Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

A Prefeitura de Macapá, por meio do Instituto Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Improir), inaugurou boxes afro empreendedores no Mercado Central. Nesses boxes as artesãs vão comercializar produtos artesanais com produzidos por artistas negros de Macapá. Iniciativa busca fomentar a movimentação comercial na capital e gerar renda.

Os visitantes vão encontrar nos boxes todos os tipos de criações, como grafismos africanos, acessórios, brincos, colares, artesanato, roupas com estampas afro, bonecas de marabaixo feitas de pano e garrafas pet, e outros produtos artesanais que remetem e valorizam a cultura afro amapaense.

Levar os produtos afros para dentro do Mercado Central é uma forma de incentivo paras nossas artesãs e busca combater a redução de impactos econômicos nessa pandemia. “Essa foi uma articulação institucional entre a Macapatur e o Improir, como forma de dar fomento ao afro empreendedorismo”, explicou a diretora-presidente do Improir, Maria Carolina Monteiro.

Ainda segundo a gestora, a ocupação desses boxes oportuniza que os empreendedores possam comercializar seus produtos em um ponto exclusivamente destinado a eles. “Para nós é extremamente importante e uma feliz oportunidade, pois será algo lucrativo que vai dar visibilidade para os seus produtos e fomentar a cultura afro amapaense”, finaliza.