‘Nós somos o trânsito’, disse aluno na cerimônia de formatura de agentes mirins

O objetivo é incentivar e apoiar a prática esportiva de paratletas e paradesportistas em todas as suas modalidades, principalmente nas escolas.

Por Laiza Mangas - Secretaria Municipal de Comunicação Social

Aprender desde cedo que passar o sinal vermelho, parar o carro na faixa de pedestre e não dirigir bêbado são atos importantes para a vida adulta. Alunos como o Henrique Gomes tiveram a oportunidade de conhecer na prática as regras de trânsito. “A gente conheceu a PRF [Polícia Rodoviária Federal] e a CTMac [Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá ] e aprendemos muito”, completou ele. A iniciativa faz parte da campanha Educar Para o Trânsito da CTMac.

A escola tem um papel importante nessa construção de conhecimento. Os alunos da Escola Municipal Amapá foram os primeios a participarem da segunda etapa da campanha que tem como objetivo orientar crianças com idade entre 3 e 12 anos, capacitando-os e selecionando os agentes mirins de trânsito, tornando-os multiplicadores de conscientização, inclusive para seus familiares.

“Os acidentes são uma das maiores causas de mortes no Brasil. Por isso, o papel de educar a criança é fundamental, pois eles serão futuros condutores e saberão como agir, além disso, eles podem ser multiplicadores das informações para seus familiares. A nossa intenção é avançar nessa campanha que é tão importante para a conscientização no trânsito”, destaca o prefeito de Macapá, Dr. Furlan.

A CTMac trabalha em parceria com membro do grupo de Educação para o Trânsito e com o grupo de Fiscalização de Trânsito e Transporte da Polícia Rodoviária Federal. As atividades realizadas proporcionam às crianças uma didática dinâmica de aprendizado sobre os seguintes temas: agentes envolvidos no trânsito e seu trabalho diário, principais infrações e como garantir um trânsito seguro. Para se tornar um agente mirim, é necessário realizar um processo seletivo com os assuntos abordados nos encontros.

“Agradecer pelo empenho da nossa equipe de Educação no Trânsito que fazem essa campanha acontecer. Aqui foi o projeto piloto, mas a nossa ideia é alcançar todas as escolas do município. Quem sabe essas crianças não vão ser futuros agentes de trânsito e nos ajudar nessa missão”, afirma o diretor-presidente da CTMac, Marcílio Dantas.

Vacinação contra Covid-19 atende idosos acima de 79 anos para 3ª dose e 18 anos + na repescagem desta quinta-feira (23)

Também são atendidos os aptos a receberem a segunda dose de Astrazeneca, CoronaVac e Pfizer.

Os pontos de vacinação contra Covid-19 da capital atendem nesta quinta-feira (23) os idosos com idade acima de 79 anos aptos a receberem a dose de reforço (3ª dose), pessoas acima de 18 anos que ainda não se vacinaram, e os cidadãos que estão em período de recebimento da segunda dose de CoronaVac, Astrazeneca e Pfizer.

Repescagem 18 anos+
Pessoas com idade acima de 18 anos que ainda não receberam a vacina contra a Covid serão atendidas das 9h às 15h na quadra da Igreja Jesus de Nazaré e pontos de drive-thru da Praça Floriano Peixoto, Praça do Estádio Zerão, da Rodovia do Curiaú e do Marabaixo.

Dose de reforço (3ª dose)
A dose de reforço é destinada aos idosos com idade acima de 79 anos nesta quinta-feira, também podem receber a vacina os indivíduos imunodeprimidos e transplantados de órgãos sólidos com laudo.

Para os idosos, o tempo mínimo é de seis meses no intervalo entre a 2ª e a 3ª dose. Já para o público de imunodeprimidos e transplantados, o intervalo entre a 2ª e a 3ª dose deve ser de pelo menos 28 dias, de acordo com as orientações do Ministério da Saúde.

Este público pode receber o imunizante das 8h às 13h nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Álvaro Corrêa, Novo Horizonte, Pacoval, São Pedro, Marabaixo, Raimundo Hozanan, Rosa Moita, Fazendinha, Pedrinhas, Brasil Novo e Leozildo Fontoura, além do Centro de Especialidades Dr. Papaléo Paes.

Os pontos localizados na Universidade Federal do Amapá (Unifap), Universidade do Estado do Amapá (Ueap), Instituto Federal do Amapá (Ifap), Amapá Garden Shopping e Unidade Covid Santa Inês funcionam de 9h às 15h.

2ª dose de CoronaVac
Os cidadãos que estão com a 2ª dose marcada para esta quinta-feira podem receber a vacina das 9h às 15h na quadra da Igreja Jesus de Nazaré e pontos de drive-thru da Praça Floriano Peixoto, Praça do Estádio Zerão, da Rodovia do Curiaú e do Marabaixo.

2ª dose de Astrazeneca
Pessoas com data de recebimento da 2ª dose de Astrazeneca marcada até o dia 03 de outubro podem ser atendidas das 9h às 15h na quadra da Igreja Jesus de Nazaré ou aos pontos de drive-thru da Praça Floriano Peixoto, Praça do Estádio Zerão, da Rodovia do Curiaú e do Marabaixo.

2ª dose de Pfizer
A 2ª dose da Pfizer será aplicada em quem está com a data de recebimento marcada até o dia 03 de outubro. A ação ocorre das 9h às 15h no Ifap, Ueap, Unifap, Unidade Covid Santa Inês e Amapá Garden Shopping.

Documentos
Para recebimento das vacinas é obrigatória a apresentação de originais e cópias de um documento oficial com foto, comprovante de residência e carteira de vacinação.

Nos casos de recebimento da 2ª ou 3ª dose, o cartão de vacinação deve conter a indicação das primeiras aplicações da vacina. Transplantados de órgãos sólidos e imunodeprimidos devem apresentar laudo médico.

Adolescentes
A Secretaria Municipal de Saúde divulgou na terça-feira (21) o reajuste do cronograma de vacinação para o período de 22 a 25 de setembro. As alterações trazem a ampliação da oferta da dose de reforço para idosos, com o atendimento de duas novas faixas de idade por dia, além da retomada da repescagem para o público de 12 a 17 anos sem comorbidades a partir da sexta-feira (24).

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Zeladoria Urbana inicia frente de serviço na Avenida Maria Cavalcante de Azevedo Picanço, no Infraero II

A via tem 4 km de extensão e os serviços devem ser concluídos em aproximadamente 30 dias.

Por Ewerton França - Secretaria Municipal de Comunicação Social

Fotos: Rogério Lameira

A Secretaria Municipal de Zeladoria Urbana iniciou o serviço de limpeza e desobstrução na Avenida Maria Cavalcante de Azevedo Picanço, no bairro Infraero II, na zona norte de Macapá. De acordo com a equipe responsável, o serviço levará aproximadamente 30 dias para ser concluído.

“A Zeladoria Urbana sempre recebeu uma série de solicitações para que os serviços chegassem a esta via e de imediato ela foi inserida no cronograma de atividades da Secretaria. Agora nossas equipes estão empenhadas em devolver a dignidade, a segurança e a melhoria na qualidade de vida dos moradores, que em breve terão uma rua totalmente limpa e apta ao tráfego de pessoas e veículos”, afirmou o titular da Zeladoria Urbana, Jean Patrick Farias.

A via tem 4 km de extensão e alguns desses trechos estão intrafegáveis devido ao mato alto e acúmulo de lixo na avenida. “Assim como fizemos em outras vias da cidade, vamos trabalhar para devolver a dignidade aos munícipes que precisam se locomover por esta avenida todos os dias”, completou Jean.

Natanael dos Anjos, um dos moradores da via, relata que, devido ao mato alto, sempre enfrentaram problemas com ratos, insetos e animais peçonhentos, o que demandava um cuidado maior, especialmente com as crianças. “Há muito tempo a gente não via a limpeza dessa via e a partir dessa iniciativa da Prefeitura teremos um local mais seguro para morar” destacou.

“Além da melhoria da nossa qualidade de vida, essa iniciativa vai melhorar o fluxo de veículos e pessoas e, com isso, desafogar as outras ruas do bairro”, finalizou o morador.

Vigilâncias Ambiental e Sanitária de Macapá fiscalizam e orientam donos de batedeiras de açaí sobre insetos barbeiros

Após as orientações, o proprietário recebe um pote para fazer a coleta do inseto, caso identifique, e é necessário manter o barbeiro vivo. A ação será ampliada para outros pontos da capital.

Por Ana Cleide Torres - Secretaria Municipal de Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Macapá (Semsa) inspecionou batedeiras de açaí no bairro Universidade nesta terça-feira (21), orientando a população sobre o inseto barbeiro, que transmite a doença de Chagas. A ação, que é executada pela Divisão de Entomologia e a Vigilância Sanitária Municipal, será ampliada para outros pontos da capital.

Para secretária municipal de Saúde, Karlene Lamberg, o trabalho é fundamental para coibir o hospedeiro da doença de chagas. “Essa orientação é necessária para que a pessoa saiba identificar os insetos que podem ser facilmente confundidos com o barbeiro. Através das informações coletadas é possível realizar estudos sobre o vetor. Com a ação poderemos coibir a comercialização indevida do fruto do açaí, alimento considerado essencial para muitos macapaenses”, frisou.

Ao longo da vistoria foram coletadas amostras do caroço de açaí e do suco do alimento para análise no Laboratório Central do Amapá (Lacen). “Durante a orientação aos batedores de açaí é utilizado o material didático para explicar sobre o ciclo de vida do inseto e da doença, qual a espécie mais comum na capital e como elas podem ser encontradas junto ao fruto do açaí”, explicou o diretor do Departamento de Vigilância Ambiental, Bruno Barros.

Após as orientações, o responsável pelo estabelecimento recebe um pote para fazer a coleta do inseto, caso identifique, e é necessário manter o barbeiro vivo. Após a captura a pessoa deve acionar a Divisão de Entomologia da Vigilância Ambiental para identificação da espécie e realização da análise parasitológica.

Serviços de manipulação, preparação e armazenamento também foram averiguados pelas equipes da Vigilância Sanitária, assim como as condições de higiene do estabelecimento, com o uso de máscara, toca, luvas e água potável para produção do açaí.

Prefeitura de Macapá cria Comitê Paralímpico e Paradesportivo Municipal

O objetivo é incentivar e apoiar a prática esportiva de paratletas e paradesportistas em todas as suas modalidades, principalmente nas escolas.

Por Laiza Mangas - Secretaria Municipal de Comunicação Social

Na terça-feira (21) foi comemorado o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Física e a Prefeitura de Macapá criou o Comitê Paralímpico e de Paradesporto Municipal buscando incentivar e apoiar a prática esportiva de atletas com qualquer deficiência – seja motora, visual, física, auditiva ou cerebral. O evento de assinatura do decreto 5.047 de 2021 aconteceu nesta terça-feira (21).

“Enquanto gestão, temos o dever de assegurar os direitos relativos à saúde, esporte e lazer das crianças e dos adolescentes com qualquer deficiência. Esse Comitê foi criado para incentivar, principalmente, o esporte na base escolar”, destacou o prefeito Dr. Furlan.

O Comitê tem o compromisso de promover a participação de paratletas e paradesportistas no esporte em todas as suas modalidades, desenvolvendo programas e ações voltadas aos profissionais da área do esporte paralímpico ligado à rede escolar municipal.

“Nosso objetivo é despertar nas pessoas com deficiência o interesse ao esporte e incluí-las na prática. Para isso, vamos fomentar desde cedo nas escolas municipais. É um compromisso que temos a honra de assumir”, afirma o coordenador de Esporte e Lazer, Cleudo Trindade.

Participaram do evento cerca de 20 atletas da Federação de Paradesporto do Amapá (FPA). Yndiraima Cunha é a presidente e contou emocionada sobre as medalhas que a equipe trouxe para casa. “Competimos nos jogos paralímpicos universitários e ganhamos 39 medalhas para o nosso estado”, comemorou.

“Nossas lutas são diárias e somos valorizados por meio do esporte. Por isso, é tão importante para a gente esse momento”, finaliza a paratleta.

Leonam Pinheiro é paratleta do tênis de mesa e de basquete. Para ele, o esporte mudou a sua vida. “Há 10 anos que eu iniciei no esporte e foi através dele que eu percebi que minha vida não tinha acabado, que todo dia era uma possibilidade de viver algo novo”, disse emocionado.

Representantes do Comitê
Farão parte do Comitê Paralímpico e de Paradeposto Municipal as secretarias municipais de Direitos Humanos, Educação, Mobilização e Participação Popular e coordenadoria de Esporte e Lazer. Além deles, a Federação de Paradesporto do Amapá (FPA), Associação dos Deficientes Físicos do Amapá (ADFAP), Associação Amapaense de Esporte Adaptado e a Universidade Federal do Amapá.

Prefeitura de Macapá renova equipamentos das escolas municipais

Equipes da Prefeitura de Macapá realizam durante esta semana a entrega de geladeiras nos estabelecimentos de ensino. Planejamento também prevê a entrega de freezers, centrais de ar e materiaIs de cozinha.

Por Lázaro Gaya - Secretaria Municipal de Educação

Fotos: Isadora Carneiro

A Prefeitura de Macapá atua desde janeiro para modernizar o modo como a relação entre a escola e o estudante se estabelece. Além de focar na inovação das metodologias pedagógicas adotadas dentro da sala de aula, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) tem atuado no fortalecimento educacional do município, que passa por iniciativas voltadas ao processo de aprendizagem dos estudantes à estrutura física da rede macapaense de ensino.

Projetos, programas e ações têm feito de Macapá um ponto referencial na educação no Amapá, como o Educa Macapá e as práticas do Criança Alfabetizada, programas adotados pela gestão municipal. Destacam-se ainda a força-tarefa para a abertura das escolas aos estudantes desde maio, o funcionamento das oito creches municipais e a reforma e o aparelhamento das unidades escolares.

Dando início ao planejamento da Semed, que prevê a entrega de freezers, centrais de ar e materiais de cozinha às escolas municipais. Durante esta semana, equipes da Prefeitura de Macapá realizam a entrega de geladeiras nos estabelecimentos de ensino. Nesta etapa, 10 aparelhos estão sendo direcionados às escolas que apresentaram uma maior necessidade de troca dos equipamentos. Outras três geladeiras serão instaladas nos alojamentos dos sevidores públicos da Educação que atuam nos distritos.

“Essas ações demonstram o cuidado que a prefeitura de Macapá tem com a Educação em nosso município. Identificamos a falta e a precariedade de equipamentos nas unidades escolares. Nós estamos atuando para corrigir todos esses problemas, pois entendemos que o processo educacional abrange também essas questões”, afirmou o secretário municipal de Educação, Edielson Silva.

O coordenador de Planejamento e Gestão da Semed, Rodrigo Gomes, é o servidor responsável pelas entregas. Ele ressalta quais medidas estão sendo tomadas para a aquisição dos novos equipamentos.

“Estamos dando celeridade a vários processos administrativos e em breve faremos a entrega de novos equipamentos, de acordo com a necessidade de cada escola. Além disso, nós continuamos com o cronograma de reformas e ajuda contábil às escolas com problemas nos caixas escolares”, explicou.

A diretora da Escola Municipal Paraíso das Acácias, Margarete Souza, relata que a escola necessitava de uma nova geladeira. “Estamos recebendo uma geladeira de grande porte para que possamos melhorar as condições de armazenamento de alimentos em nossa escola. Nós percebemos que a que nós utilizávamos estava apresentando falhas, então fizemos a solicitação de troca que foi prontamente atendida. Eu me sinto muito grata pelo fato teren  ouvido nosso pedido. Atender bem os nossos estudantes é o nosso principal objetivo”, disse.

Prefeitura inicia modernização da iluminação pública do Complexo do Araxá

Serviços iniciaram nesta terça-feira (21) e devem ser concluídos em uma semana. O investimento é no valor de R$ 400 provenientes do fundo de custeio municipal.

Por Marcelo Felipe - Secretaria Municipal de Iluminação Pública

A Prefeitura de Macapá, por meio da Secretaria Municipal de Iluminação Pública (Semip), iniciou nesta terça-feira (21) a recuperação e modernização da iluminação do Complexo do Araxá, na zona sul da capital. Os serviços no local foram alinhados com empresários que atuam no ponto turístico e tem investimento de R$ 400 mil, oriundo da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip).

Os antigos equipamentos de iluminação pública estão sendo substituídos por outros modernos, com lâmpadas potentes e com maior durabilidade para garantir mais segurança e muito mais qualidade de vida à população.

A empresa responsável pela execução do serviço informou que os trabalhos devem ser finalizados em uma semana. Todo o parque de iluminação será modernizado, passando a funcionar com lâmpadas de LED, que apresentam baixo consumo de energia e são mais eficientes na luminosidade noturna.

“Atendendo ao pedido dos empreendedores do local e do prefeito, estamos realizando a eficientização da iluminação nos espaços de lazer da cidade. O maior beneficiado com a execução desse serviço sem dúvida é a população”, afirma o gestor da Semip, José Rigamonti.

O plano de trabalho para a manutenção da iluminação no complexo, assim como de outros serviços como limpeza e roçagem foram firmados e acontecerão com contrapartida dos empreendedores, que irão ajudar no monitoramento do local fazendo denúncias a fim de evitar furtos da fiação dos postes.

Como solicitar o serviço
A solicitação de reparos de iluminação pública, como a substituição de lâmpadas queimadas ou com mau funcionamento em praças ou ruas deve ser feita diretamente na Semip ou pelo telefone 96 99970-3923, de segunda a sexta, das 8h às 14h.

A secretária fica localizada na avenida José Antônio Siqueira, 875, bairro Laguinho.

Prefeitura realiza encontro com estudantes para marcar Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência

Rede municipal de ensino atende cerca de 800 estudantes neuroatípicos. Data serviu para reforçar as ações voltadas aos estudantes inseridos no contexto do Atendimento Educacional Especializado.

Por Lázaro Gaya - Secretaria Municipal de Educação

A Prefeitura de Macapá celebrou na manhã desta terça-feira (21) o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência na Escola Municipal de Ensino Fundamental Aracy Nascimento. O evento, promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), foi marcado pelo reforço das ações educacionais voltadas aos estudantes da Educação Especial. Estiveram presentes profissionais da educação e estudantes e seus responsáveis, que estão inseridos no contexto do Atendimento Educacional Especializado (AEE), que é ofertado nas escolas municipais.

Representando a Semed no encontro, o subsecretário de Gestão Educacional, Ebrely Andrade, afirmou que as crianças atendidas no município possuem uma rede de proteção e cuidado focada nos seus desenvolvimentos.

“O desenvolvimento desses estudantes depende de um trabalho em conjunto, onde todos os atores envolvidos no processo devem estar engajados. É com este direcionamento que realizamos o atendimento especializado dentro da rede municipal, focando na socialização, cognição, linguagem, autocuidados e no desenvolvimento motor dessas crianças”, frisou o subsecretário.

Na rede municipal de ensino aproximadamente 800 estudantes neuroatípicos são atendidos por esta modalidade. Na EMEF Aracy Nascimento são 35 crianças com as mais diversas peculiaridades, dentre elas o transtorno do espectro autista (TEA), deficiência física e intelectual.

A Maria Eduarda tem 7 anos e está no segundo ano do ensino fundamental. Ela tem baixa visão e está em processo de investigação para TEA. Ao lado de seu pai, Rafael Nobre, ela também participou do evento.

“Eu me sinto muito feliz por todo o apoio que a escola me dá, principalmente neste momento em que estamos em processo de investigação para o autismo. Eu percebo a cada dia a evolução dela na escola e em casa”, celebrou o pai.

Assim como a Maria Eduarda, todas as outras crianças também são atendidas através do projeto Entrelaçar, realizado dentro da escola Aracy Nascimento sob o lema ‘Removendo barreiras para a inclusão’. A diretora Michela Barreto ressalta o sucesso do projeto para o desenvolvimento intelectual e humano dos estudantes.

“Os ensinamentos passados no projeto dentro das turmas do AEE não só acrescentam na formação acadêmica, como também na formação humana dos estudantes. Estamos atuando neste momento no sentido de diminuir os impactos gerados pela pandemia nas crianças atendidas em nossa escola e já estamos percebendo grandes avanços”, salientou a diretora.

Ao final do evento os participantes soltaram balões de cor verde, que representa a luta das pessoas com deficiência.

A data ocorre na semana em que profissionais da rede municipal de ensino irão participar de um curso internacional que discute metodologias inovadoras para o AEE, ofertado pela Semed, em parceria com o Instituto Perkins Internacional. Os participantes foram selecionados através de um processo seletivo simplificado. A capacitação iniciará nesta quinta-feira (23).

Atendimento Educacional Especializado
O AEE busca atender o público-alvo da Educação Especial, que são as crianças com deficiências, transtorno do espectro autista, altas habilidades e superdotação. Este é um serviço de apoio à sala de aula comum, para que se ofereça meios e modos que efetive o real aprendizado dos estudantes.

Os professores do AEE trabalham em conjunto com os professores das turmas regulares. As atividades são adaptadas de forma individualizada para que todas as crianças possam acompanhar os conteúdos dentro de cada nível de ensino.

Os psicólogos da Semed atuam dentro da rede para diagnosticar precocemente casos de crianças com TEA, déficit de atenção e transtornos cognitivos. Estudantes com altas habilidades e superdotação também são atendidas nas turmas do AEE.

O AEE está inserido no contexto de todos os outros níveis escolares, seja na creche, pré-escola, ensino fundamental e até mesmo na Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência
A data foi instituída pela Lei nº 11.133 de 2005, com o objetivo de conscientizar a população de que as pessoas com deficiência devem ter seus direitos respeitados.

Pessoa com deficiência é a que possui limitação ou incapacidade para o desempenho de atividades e requer atenção integral que compreenda ações de promoção, prevenção, assistência, reabilitação e manutenção da saúde.

Animais cadastrados no Censo Animal iniciam procedimentos para castração

A ação inicial atenderá 54 animais, entre cães e gatos. Futuramente, de acordo com o edital, por mês, serão atendidos 400 animais.

A Prefeitura de Macapá lançou o Censo Animal para fazer o levantamento da população de animais domésticos da capital e, em paralelo, identificar o número de pets que precisam passar pelo processo de castração, serviço oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) às famílias de baixa renda. De acordo com o edital, por mês, serão atendidos 400 animais.

A distribuição dos procedimentos será feita de acordo com sexo e espécie, sendo dividida em atendimentos para 100 gatos, 100 gatas, 100 cachorros e 100 cadelas.

“É importante que toda população de Macapá responda ao Censo Animal para que, com base nessas informações, a Semsa consiga fazer o cronograma para o atendimento desta demanda”, disse a titular da pasta, Karlene Lamberg.

Inicialmente foram atendidos os animais do canil municipal e quando o procedimento foi finalizado, a Semsa iniciou a chamada dos animais domésticos da população em geral. Nesse primeiro momento foram selecionados 54 animais, entre cães e gatos. Esses animais têm como tutores os moradores dos bairros Vale Verde, Fazendinha e Chefe Clodoaldo, que estão na área de entorno do Canil Municipal, onde o procedimento será realizado. À medida que os exames e demais etapas forem acontecendo, a Semsa chamará novos animais, até o limite da capacidade de atendimento.

Os procedimentos pré-operatórios vão começar na quinta-feira (23), e neste período, que antecede a cirurgia, os animais passarão pela triagem, consulta e coleta de sangue, que tem como objetivo garantir o bom estado de saúde e evitar complicações em decorrência da realização do procedimento. 

“A empresa contratada dispõe de todos os equipamentos e tecnologia de ponta na Medicina Veterinária, que possibilita diminuir os danos aos tecidos dos animais e também reduz a perda de sangue, possibilitando que o profissional tenha uma melhor visualização na hora de realizar o procedimento, diminuindo tanto o tamanho dos cortes quanto o tempo de recuperação pós-cirúrgica”, destacou o responsável técnico pelo Castramóvel, Fernando Lucas Pereira.

Fernando alerta que a não comparecimento para realização dos procedimentos implica no impedimento do CPF e residência do tutor do animal cadastrado durante um ano. “Caso o usuário precise justificar a ausência, ele pode fazer isso entrando em contato com o Canil Municipal ou através apresentação de atestado médico”, afirmou o responsável. 

Mais de 100 artistas macapaenses são beneficiados com edital de fomento à cultura durante a pandemia

O resultado preliminar foi divulgado nesta terça-feira no site da Fundação de Cultura.

A Fundação Municipal de Cultura (Fumcult) divulgou nesta terça-feira (21) o resultado preliminar do Edital de Chamada Pública nº 001/2021, que visa fomentar a cadeia produtiva artística e cultural que foi afetada pela pandemia do coronavírus. O investimento total é de R$752 mil na produção do município, com recurso oriundo do Fundo Municipal de Cultura, aprovado pelo Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC).

A lista preliminar traz o nome de 122 artistas divididos em duas categorias. A seleção contempla 66 premiações para artistas acima de três anos de carreira comprovada e 56 premiações para artistas iniciantes de 1 a 3 anos de atividade continuada.

O benefício é voltado para o desenvolvimento de todos os segmentos cadastrados no Sistema Municipal de Informações e Indicadores Culturais. Os selecionados na categoria A receberão até R$8 mil e os da categoria B receberão R$4 mil.

Análise
A comissão de pareceristas responsável pela análise técnica dos concorrentes é formada por profissionais de atuação nacional, selecionados a partir de um edital extra. Segundo o diretor-presidente da Fumcult, este foi um pedido da própria categoria.

“Uma das exigências do segmento foi que os pareceristas fossem nacionais e selecionados pelo edital 003/2020, e assim foi executado. Agora daremos continuidade às próximas etapas do nosso processo para ajudar a cadeia cultural a se erguer nesse tempo de pandemia”, ressaltou o presidente Alain Cristophe.

Fases

Com a publicação do resultado preliminar começa o prazo para recursos. O resultado definitivo do certame será divulgado na próxima segunda-feira (27). O link está disponível no endereço virtual https://fumcult.macapa.ap.gov.br/editais/aviso-de-chamada-publica-no-001-2021-fumcult-pmm/ .

Mais fomento
A música amazônica foi destaque durante a realização do 1º Festival da Canção Macapaense (Fescam), nos dias 17 e 18 de setembro. As apresentações das canções inéditas de 20 artistas tucujus encantaram o público que acompanhou o espetáculo de maneira virtual.

Criado para fomentar a produção musical na capital, o 1º Festival da Canção Macapaense apresentou canções inéditas, que foram avaliadas por uma comissão de julgamento sob os critérios de Melhor Arranjo, Letra, Intérprete e Melodia. O investimento foi de aproximadamente R$18 mil em premiações.

Além do Fescam, a Prefeitura de Macapá realiza nos dias 22, 23, 24, 25 e 27 o primeiro Festival Live Melody da capital. Todos os 15 casais concorrentes e sons de aparelhagem que participarem do festival receberão cachê artístico. Os vencedores ganham troféu e premiação de R$1 mil reais para o 1º lugar, R$500 para o 2º lugar e R$200 para o 3º lugar.

Secretaria Municipal de Comunicação Social