Mais de 140 toneladas de entulho são recolhidas no Infraero I

Escrito por Aline Brito Ligado . Publicado em Noticias

As lixeiras viciadas são um dos problemas mais combatidos pela Prefeitura de Macapá. Cerca de 90 pontos foram catalogados pela Secretaria Municipal de Manutenção Urbanística (Semur) e 30 já foram controlados. Além da limpeza, também estão sendo monitorados pelo Departamento de Fiscalização.

 

Na manhã de terça-feira, 14, a prefeitura iniciou a limpeza de mais uma área. Desta vez, no bairro Infraero I, em um local conhecido como “área do Falcão”, que fica próximo ao muro da Infraero. Durante dois dias de trabalho, foram recolhidas cerca de 140 toneladas de resíduos, mas a estimativa é que sejam retiradas mais de 200 toneladas.

 

O açougueiro Marigleison Ferreira, que é “vizinho” da lixeira, relatou que, mesmo com a coleta ocorrendo regularmente, várias pessoas jogam lixo no local. “Elas vêm jogar lixo e quem sofre é a gente, que mora na beirada do muro. Sofremos com esse mau cheiro. Jogam de tudo, resto de comida, caroço de açaí, cachorro morto e não adianta brigar, porque ficam bravos. A coleta acontece de três em três dias, não falha, mas, mesmo assim, jogam lixo. É difícil viver com esse fedor. Hoje acordei com o barulho das caçambas e, quando abri a janela, vi a prefeitura fazendo o serviço de limpeza, dei graças a Deus. Quero agradecer e informar que ajudarei a manter o local limpo. Irei denunciar quem vier jogar lixo”.

 

Eric Castillo Mora, mora há cinco anos próximo ao local, e disse que briga todos os dias para que a área ao lado da sua casa não se torne uma lixeira viciada. Pai de quatro crianças, o operador de máquinas afirmou que já colocou até placa para que não joguem lixo. “Antes, essa lixeira era aqui ao lado da minha casa. Era um fedor horrível e muito bicho. Limpamos, mas, mesmo assim, vinha gente jogar. Fiz uma placa e comecei a vigiar para que não jogassem. Aí começaram a jogar mais lá na frente, onde a prefeitura limpa. A gente fica feliz, mas tem que punir quem joga. Improvisamos até lixeiras com máquinas de lavar velhas, mas o povo gosta mesmo é de jogar no mato. Espero que agora não joguem mais”.

 

Nos meses de janeiro e fevereiro, a prefeitura recolheu mais de seis mil toneladas de entulho em diversos bairros da cidade. Segundo o titular da Semur, Claudiomar Rosa, o trabalho diário de limpeza e fiscalização tem gerado bons resultados. “Algumas lixeiras viciadas já foram erradicadas pela prefeitura. Outros locais, onde a problemática durava década, como na Avenida Vila das Oliveiras, bairro Pedrinhas; e na orla do Cidade Nova, onde uma pessoa chegou a ser flagrada tentando jogar lixo no local já limpo, foram solucionados”.

 

Nesta quarta-feira, 15, garis fizeram roçagem, capina, varrição e raspagem de meio-fio no cemitério São Francisco, Rua General Rondon e canteiro central da Rua Claudomiro de Moraes. Na Praça Isaac Zagury, o serviço de roçagem está sendo feito por um micro trator.

 

Aline Brito

Assessora de comunicação/Semur

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers