Prefeitura de Macapá integra Fetran pelo terceiro ano consecutivo

Ligado . Publicado em Noticias

Pelo terceiro ano consecutivo a Prefeitura de Macapá fecha parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para a realização do Projeto Fetran - Festival Estudantil Temático de Trânsito -, que ocorre nas escolas da rede municipal de ensino com uma série de iniciativas, ações e atividades no combate ao enfrentamento da violência no trânsito. A assinatura da adesão ao Termo de Compromisso entre PRF e Secretaria Municipal de Educação (Semed) deu-se na manhã desta terça-feira, 3, no Centro de Convenções João Batista de Azevedo Picanço.

Doze escolas do município integram o projeto deste ano e a novidade é que o Estado passa a integrá-lo com a adesão de três escolas, fortalecendo a rede. O auditório do Centro de Convenções foi pequeno para receber tantos diretores, professores e técnicos das secretarias. São eles os grandes responsáveis pela execução do Fetran, pois são os que têm contato direto com as crianças e jovens, futuros motoristas do amanhã.
Na solenidade, a diretora do Departamento de Ensino da Semed, Nilza Amaral, representou a secretária municipal de Educação, Dalva Figueiredo. Em seu pronunciamento, ela destacou os “frutos” da importante parceria. “Nossas crianças são o futuro de amanhã, pode parecer clichê, mas é fato. Parcerias fortes como esta, entre poder público e um órgão de segurança, cuja proposta é lançar para a escola uma infinidade de produção pedagógica, de construção de laços entre escola, família e comunidade, que estimula boas práticas e o sentimento cidadão dos nossos alunos, só fortalecem a Educação. Este é o caminho, e nós, da Prefeitura de Macapá, sempre vamos apoiar e estar junto de projetos assim”.
O corregedor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Paulo Afonso Silva, citou a missão apresentada pela ONU. “Recebemos o desafio da Organização das Nações Unidas de reduzir os acidentes nas rodovias do Brasil em até 50% do ano de 2011 a 2020. O Brasil gasta anualmente cerca de 40 milhões de reais para cuidar das vítimas de acidente de trânsito. Dinheiro que, se tivermos mais prudência, poderia estar sendo usado para a saúde, educação e outras áreas onde se faz necessário”. 
“O Fetran vem com a proposta de que os nossos cidadãos mirins comecem a corrigir as ações de seus pais, de sua família. Muito me enobrece fazer parte do projeto. Temos relatos de pais que deixaram de beber por causa do filho. Depois de uma palestra na escola sobre o perigo de dirigir após ingerir bebida alcoólica, uma criança, ao ver o pai com bebida no carro, fez um escândalo, chamou o pai de assassino e este pai parou de beber”, contou o corregedor-geral Paulo Afonso.
Após a adesão ao Fetran, as escolas dão início às atividades do cronograma: produção de materiais pedagógicos, construção de textos, debates, participação das famílias em ações, palestras, exibição de filmes, feiras temáticas, blitzen educativas etc. Todas as construções trabalharão a temática “Transformando atitudes para salvar vidas”.
Pela rede municipal de ensino fazem parte do Fetran 2016 as seguintes escolas: Josafá Aires da Costa, Eunice das Chagas Fernandes Sousa, José Duarte de Azevedo, AEIOU, Eficaz, Lúcia Neves Deniur, Vera Lúcia Pinon, Curralinho, Eliana Flexa, Maria Izabel Fernandes Ribeiro, Odete Almeida Lopes e Hildemar Maia

 

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers