Profissionais de saúde participam de treinamento para notificação de violências

Escrito por Jamile Moreira Ligado . Publicado em Noticias

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou na quarta-feira, 11, mais um ciclo de capacitações para o preenchimento da ficha de notificação das violências. A formação, voltada aos profissionais das UBS’s, busca qualificar as notificações, de modo que sejam bem detalhadas e possam servir para o planejamento, monitoramento, avaliação e execução de ações que ajudem na redução da morbimortalidade decorrente das violências.

De acordo com a técnica de Vigilância Epidemiológica, Nelcirema Pureza, o profissional de saúde é obrigado a fazer a notificação de violências. A ficha é compulsória e abrange todas as formas de violência, como a doméstica, sexual, contra o idoso, crianças, adolescentes e mulher, e autoinfligida. “O preenchimento da ficha chama a atenção para a responsabilidade civil e ética do profissional de saúde em denunciar os casos de violência sexual, por exemplo. No momento em que uma pessoa procura a unidade para fazer outro tratamento, e o profissional percebe os sinais e sintomas de que existe abuso, ele tem o dever de notificar”.

 

Ainda de acordo com Nelcirema, os profissionais entendem a importância da notificação. No entanto, algumas situações dificultam o processo como o reconhecimento da violência por parte do profissional de saúde e receio de represálias. “O desafio é uniformizar os conceitos, de modo que esse profissional não tenha dúvida de que o paciente sofreu algum tipo de violência. Precisamos saber identificar e acolher, além de desenvolver estratégias de intervenção. Atenção primária é a porta de entrada para muitos casos. Por isso, precisamos garantir que os profissionais de nossas unidades estejam sensíveis ao problema, dando o suporte necessário de forma imediata”, finalizou. 

 

Jamile Moreira

Assessora de comunicação/Semsa 

 

 

 

Fotos: Jhenni Quaresma

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers