Em Macapá, kits bebês são distribuídos a grávidas em vulnerabilidade social

Escrito por Sávio Almeida Ligado . Publicado em Noticias

Foram distribuídos neste início de mês pela Prefeitura de Macapá cerca de 180 kits bebês para mães em vulnerabilidade social. A entrega acontece mensalmente nos seis Centros de Referência de Assistência Social (Cras), atendendo, respectivamente, suas comunidades de abrangência.

Os kits bebês são entregues a mulheres grávidas a partir do oitavo mês de gestação e às puérperas, cujo recém-nascido tenha até um mês de vida. O critério para recebimento é a situação de vulnerabilidade social da mulher.

 

“Essa mãe recebe o kit e nós fazemos toda uma acolhida dela, tirando foto e registrando as informações para que, posteriormente, ela faça parte do nosso serviço, recebendo atendimento por meio do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família, para que possamos acompanhá-la por um tempo, para que consiga se fortalecer, já que esse é o objetivo do Cras”, explica a coordenadora do Cras Felicidade, Nayara Cavalcante.

 

Nos kits bebês são distribuídos mais de 20 itens, como fralda de tecido, meias, conjunto para recém-nascido, fita adesiva para fralda de pano, fralda descartável, sapatinhos, banheira, toalha, cotonete, algodão, lenços umedecidos, sabonete, shampoo infantil e outros.

 

Nayara explica que uma das formas de identificar as mulheres grávidas para serem beneficiadas com os kits bebês é por meio do Cadastro Único (CadÚnico), além das demandas advindas da Justiça e a busca ativa dentro da área de abrangência. “É importante essa mulher possuir o CadÚnico para poder ter acesso a outros benefícios oferecidos pela assistência social”.

 

Para mulheres puérperas que não podem se deslocar até um Cras, os equipamentos mandam servidores para entrega do kit bebê, desde que esta esteja impedida de se locomover.

 

Sávio Almeida

Assessor de comunicação/Semast

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers