Em reunião, Macapatur assume compromisso de diálogo com agências de viagens

Escrito por Márcia Fonseca Ligado . Publicado em Noticias

O Amapá está localizado na foz do maior rio do mundo, o Amazonas, que também é passagem obrigatória para todas as embarcações e um atrativo que favorece a oportunidade de parada para transatlânticos. E continuam as estratégias de divulgar o estado como uma estada rápida na rota turística de grandes navios.

 

Em reunião ordinária de assembleia geral, nesta terça-feira, 24, feita pelo Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Ceturh), foram discutidos os principais pontos de quais são os procedimentos necessários para que os transatlânticos ancorem no Amapá e possam trazer ganhos consideráveis à economia local. Como membro do conselho, o Instituto Municipal de Turismo (Macapatur) assumiu o compromisso de dialogar com as agências de viagens, com o objetivo de vender as potencialidades do Amapá para o mundo.

 

“Atualmente, os navios apenas passam pela costa do estado sem aportarem aqui. Por isso, hoje assumimos o compromisso no sentido de dialogar tanto com operadoras e agências de fora do estado, que vendem, ou poderiam vender o Amapá para o mundo, quanto com o mercado local, no sentido de criar produtos a serem oferecidos para os turistas, como receptivo, passeios, tour gastronômico, e assim fomentar a economia local”, explicou a diretora-presidente do Macapatur, Juliane Pereira.

 

O conselho é composto por sindicatos e associações ligadas ao turismo, bem como representantes do poder público, como o Instituto Municipal de Turismo e as secretarias de Estado do Turismo (Setur) e da Cultura (Secult). No encontro estavam presentes, além dos conselheiros e suplentes do Ceturh, membros da Capitania dos Portos e Marinha do Brasil, representantes da Delegacia de Imigração e da Superintendência da Polícia Federal no Amapá.

 

Márcia Fonseca/Asscom PMM