Monumento reforça relação Macapá-Kourou

Escrito por Jhenni Quaresma Ligado . Publicado em Noticias

Quem passa pela Avenida Tancredo Neves, zona norte da capital amapaense, sempre se depara com um monumento que, desde julho deste ano, faz parte do local e é símbolo de uma relação de amizade. “Cidades-irmãs: Macapá-Kourou” é o nome dado ao conceito do Termo de Cooperação que tem como objetivo criar políticas de colaboração entre as duas cidades, que, entre assuntos comuns, têm projetos em desenvolvimento sobre a Amazônia.

O acordo iniciou há quatro anos e em março passou a se concretizar com o Termo de Cooperação, que visa unir as duas cidades, formando relações e mecanismos protocolares em nível espacial, econômico e cultural. Em julho, o prefeito da cidade guianense, François Ringuet, esteve em Macapá para participar de reuniões e acompanhar a comitiva de artistas guianenses que participou da Estação Lunar especial Guiana Francesa, uma mistura musical e cultural entre as duas cidades.

 

O prefeito de Macapá, Clécio Luís, aproveitou a visita para reforçar a importância do monumento e a consolidação de mais uma parceria. “Nós temos uma relação muito boa com a Guiana, especialmente Caiena e Kourou. Apesar de Macapá não ser uma cidade fronteiriça, conseguimos estabelecer boas parcerias de intercâmbio cultural e de conhecimento”, complementou.

 

Na ocasião, o prefeito de Kourou reforçou o acordo. “Nossa cooperação e intercâmbio são sólidas. Macapá tem dado muitas ideias a Kourou, como o projeto da orla”, pontuou François Ringuet, que é gestor de uma cidade que hoje em dia tem 30% da população composta por brasileiros, a maior parte amapaense.

 

O monumento é formado pelo nome e símbolos comuns das cidades. Representando Macapá há uma miniatura de parte da Fortaleza de São José, e, representando Kourou, um tucano, ave presente na região guianense e símbolo para a cidade. Na entrada de Kourou também é possível encontrar uma placa que faz referência às cidades-irmãs.

 

Revitalizações

 

Outra mudança que é possível notar na zona norte da capital é a revitalização da Avenida Tancredo Neves, que, desde o início deste ano, passou por processos de mudanças e limpeza na extensão que compreende a Ponte Sérgio Arruda ao Comando da Polícia Militar.

 

Entre as atividades que foram feitas de forma conjunta por várias secretarias, destacam-se os serviços de paisagismo e instalação do monumento por parte da Semob; roçagem mecanizada, pinturas de meio-fio e poste, poda de árvores e remoção de entulho e bancos quebrados, feitas pela Semur.

 

O programa Macapaluz também participou da ação, com reforço na iluminação da avenida. Circuitos com 16 pétalas apagados foram trocados, totalizando 64 novas luminárias na via.

 

Intercâmbio cultural

 

No mês de julho, a Estação Lunar foi palco de um encontro de culturas. A diversidade da Música Popular Amapaense (MPA) se encontrou com a sensualidade da melodia da Guiana Francesa, proporcionando ao público uma noite que foi marcada pela mistura de ritmos, sons da Amazônia e uma variedade artística e gastronômica.

 

Denis Lapassion, pianista guianense, destacou a importância dessa relação que permite também trocas culturais. “É um prazer estar aqui fazendo parte desse intercâmbio cultural. A festa está linda e a organização impecável”, frisou o músico que compôs a programação que selou a amizade entre as cidades.

 

Jhenni Quaresma

Assessora de comunicação/PMM

 

Fotos: Nayana Magalhães

 

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers