Prefeitura de Macapá recebe vacina contra meningite para administração em adolescentes

Escrito por Jamile Moreira Ligado . Publicado em Noticias

O Município de Macapá recebeu do Ministério da Saúde cerca de 3 mil doses da vacina Meningocócica C, para a administração em adolescentes na faixa etária de 12 e 13 anos. A vacinação estará disponível em todas as unidades de saúde a partir de segunda-feira, 5 de agosto.

Embora esteja muito relacionada às crianças, que são vacinadas ainda nos primeiros meses de vida, os adolescentes também precisam da imunização, pois estão entre os principais transmissores da meningite. “Estamos investindo na prevenção para evitar que eles fiquem doentes, focando no processo de saúde e não a doença”, disse a coordenadora de Imunização, Jorsette Cantuária. 

 

Os adolescentes são portadores assintomáticos do meningococo, ou seja, podem estar infectados, mas sem manifestar sintomas. “Mesmo que não adoeça, quando o adolescente fala perto de alguém, beija, compartilha utensílios, pode transmitir a bactéria pela saliva ou respiração. Por isso, a vacinação contra meningite na adolescência protege tanto o público-alvo dessa faixa etária quanto os mais novos e os mais velhos que fazem parte do convívio”, finaliza Cantuária.

 

Junto a meningocócica, os adolescentes devem tomar a vacina contra o HPV, que também está disponível nas UBS’s da capital. Fazem parte desse público-alvo para a imunização meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos.

 

A Meningite

 

É uma doença silenciosa, grave e que pode levar à morte em até 48 horas, a partir dos primeiros sintomas, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Causada por vírus, bactérias, fungos ou outros agentes infecciosos, a meningite mais comum no Brasil é a bacteriana (mais grave) do tipo C, provocada pelo meningococo.

 

A meningite meningocócica tem características bem específicas. Dor de cabeça, enjoo, mal-estar e corpo enfraquecido podem ser sinais. A dificuldade em detectar a doença precocemente é que ela apresenta sintomas virais, como de um resfriado. Já o quadro clínico mais típico caracteriza-se por febre alta, manchas arroxeadas no corpo, rigidez na nuca (pessoa não consegue encostar o queixo no peito) e dor de cabeça muito forte. (Fonte: Ministério da Saúde)

 

Jamile Moreira

Assessora de comunicação/Semsa

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers