Após denúncia, agentes de endemias inspecionam prédio abandonado no Centro da capital

Escrito por Jamile Moreira Ligado . Publicado em Noticias

Após ser procurada a respeito de um prédio abandonado na Av. Mendonça Furtado, área Central de Macapá, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) enviou nesta quarta-feira, 22, uma equipe da Vigilância Ambiental para fazer o trabalho de inspeção, tratamento e eliminação de criadouro. A vistoria resultará em um relatório que será encaminhado aos órgãos competentes para que o proprietário seja responsabilizado.

Durante a vistoria, foi encontrado um criadouro do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, zica, febre amarela urbana e chikungunya. “Ainda não tínhamos recebido nenhuma denúncia a respeito desse local, mas, assim que tivemos conhecimento, deslocamos uma equipe para fazer o trabalho de tratamento e eliminação do criadouro encontrado. Ainda essa semana um relatório será encaminhado para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitacional, bem como ao Ministério Público, para que o proprietário seja localizado e notificado para fazer a limpeza do local, que é de responsabilidade dele”, informa o diretor da Vigilância Ambiental, Josean Silva.

 

De acordo com o diretor, os imóveis abandonados são um grande desafio para o combate ao Aedes. “Imóveis fechados não habitados são um problema, porque não têm morador, provavelmente tem um vaso descoberto ou uma caixa d’água destapada ou uma piscina não utilizada. Como no período seco não tem oferta em outros locais, o mosquito acaba procurando este tipo de imóvel para poder depositar os ovos e ali acaba se tornando um ponto de proliferação”, explica Silva.

 

Para solicitar a visita de um agente de endemias ou fazer denúncias, a Semsa disponibiliza o Disk Mosquito (99121-1641), com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

 

Jamile Moreira

Assessora de comunicação/Semsa