Resultado do LIRAa direciona ações de combate ao Aedes nos bairros da capital

Escrito por Jamile Moreira Ligado . Publicado em Noticias

A Prefeitura de Macapá concluiu o 3º ciclo do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa). De acordo com a pesquisa, a capital foi classificada como médio risco para a incidência do mosquito. Com base nos resultados apontados, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou um cronograma de vistorias com a intensificação nos bairros apontados com o maior número de criadouros do transmissor tanto da dengue quanto da febre chikungunya.

Até 31 de julho, as ações seguem nos bairros Infraero I e II, Ilha Mirim, Parque dos Buritis, Açaí, Marabaixo, Vila do Coração, Goiabal, Beirol, Araxá, Pedrinhas e Vila das Oliveiras. Durante o período, o Departamento de Vigilância Ambiental pretende fazer a inspeção de mais de 27 mil imóveis. “O LIRAa nos aponta os bairros e loteamentos que possuem um maior número de criadouros para que possamos intensificar as atividades de controle e prevenção”, explica Kilder Vidal, coordenador do Programa de Combate ao Aedes.

 

O levantamento aponta um dado preocupante no que se refere ao criadouro do mosquito. De acordo com o estudo, 64,4% está no lixo domiciliar e em outros resíduos sólidos, como garrafas PET. “Mais uma vez nosso levantamento mostra que a população não está fazendo a sua parte. A maior incidência dos focos do mosquito é dentro de casa. É preciso que o morador tenha consciência e faça a limpeza do seu terreno e não descarte de forma irregular os resíduos sólidos”, enfatiza o chefe da Vigilância Ambiental, Josean Silva.

 

Jamile Moreira

Assessora de comunicação/Semsa

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers