2ª Carta para Juventude discute empoderamento e redução da vulnerabilidade feminina com estudantes do ensino médio

Escrito por Rafaela Bittencourt Ligado . Publicado em Noticias

Visando fomentar o debate junto com a juventude macapaense, a Prefeitura de Macapá realizou nesta quinta-feira, 5, no Colégio Amapaense, a composição da 2ª Carta para a Juventude, com o tema Empoderamento e a Redução da Vulnerabilidade Feminina. O projeto visa a confecção de cartas que tragam os anseios e demandas da comunidade jovem da capital para que sejam repassadas aos órgãos competentes. O tema da carta foi pensado em alusão ao Dia Internacional da Mulher.

 

A Coordenadoria Municipal da Juventude (Comjuv) levou debates sobre mercado de trabalho, preconceito, machismo e dilemas sociais enfrentados pelas mulheres atualmente, principalmente os que afetam a juventude feminina. Segundo o censo do IBGE de 2017, Macapá tem 474.706 pessoas, das quais 42.778 são jovens entre 15 e 19 anos. Destes jovens, mais da metade são mulheres.

 

Segundo a chefe de Programas de Políticas Públicas para a Juventude, Thawana de Paula, em um parâmetro nacional, aproximadamente 40% das mulheres acima de 16 anos já sofreram algum tipo de assédio. “É importante discutir sobre vários temas na juventude hoje, porque ela está ficando muito calada, reprimida e com medo de expressar a sua opinião”, explicou. 

 

Os estudantes tiveram a oportunidade de debater o tema apresentado e escrever suas contribuições para a formulação da carta, que será enviada para órgãos competentes do Município e do Estado, para que as demandas apresentadas pelos estudantes sejam ouvidas. As próximas cartas a serem produzidas irão tratar sobre violência policial, educação e saúde a partir da perspectiva atuais da juventude local. 

 

Rafaela Bittencourt

Assessora de comunicação/Comjuv

 

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers