Dado início à semana especial voltada às mulheres do Residencial São José

Escrito por Rafaela Bittencourt Ligado . Publicado em Noticias

O Dia Internacional da Mulher acontece em 8 de março, mas a programação comemorativa à data começou na segunda-feira, 5, com a roda de conversa sobre Mulheres Empreendedoras. A Prefeitura de Macapá levou o debate sobre posicionamento feminino dentro do mercado de trabalho para a comunidade do Residencial São José, onde mulheres puderam discutir e revelar suas dúvidas e dificuldades. A programação no habitacional acontecerá até sexta-feira, 9.

 

A Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (CMPPM), em parceria com o Centro de Referência no Atendimento à Mulher (Cram Sul), organizou o bate-papo, que contou com debates sobre oficinas artesanais, empreendedorismo e papel da mulher no mercado de trabalho e no lar. Além disso, outras secretarias municipais estão envolvidas na programação de todo o mês, um meio de disseminar informação para um público feminino diversificado.

 

As rodas de conversa já acontecem no habitacional de dois em dois meses por meio do Cram Sul, que possui sede no local e dialoga com a comunidade. Rejane Soares, empreendedora afro, contribuiu para a conversa explicando como é possível que as mulheres assumam a posição de chefia e desenvolvam habilidades de todos os tipos por intermédio de capacitação e dedicação.

 

“A roupa que estou vestindo hoje, a pulseira que uso, meu brinco, tudo o que visto aqui fiz sozinha. Antes eu não sabia usar uma agulha, mas, com o aprendizado, consegui me tornar capacitada e hoje sou capaz de desenvolver um trabalho autoral e de qualidade”, relatou Rejane, que é dona de uma marca de acessórios voltados à comunidade afro do Amapá.

 

A moradora do residencial Hedigleuma Katilcy, 39 anos, além de chefe de família é empreendedora e trabalha como artesã. Ela explicou a importância da conversa com a comunidade, principalmente com o desemprego, que assola muitas das moradoras. “Temos um grupo de artesãos, mas a maioria das mulheres do São José são babás, domésticas, sem contar as que estão desempregadas. São pessoas que estão sujeitas a uma rotina puxada. E são essas mulheres que chefiam as famílias. Por isso, vejo esse momento de conversa como fundamental para capacitá-las e guiá-las no mercado de trabalho”, disse.

 

A titular da CMPPM, Anne Pariz, chamou a atenção para as demais atividades planejadas para o mês de março, todas voltadas para as mulheres macapaenses, inclusive, o lançamento do aplicativo “Mulheres Macapá”, desenvolvido em parceria com o Ministério Público do Estado. “Procuramos as mulheres com a intenção não apenas de comemorar, mas também de levar informação. No dia 23 de março, iremos lançar o aplicativo Mulheres Macapá, que foi pensado para funcionar como um meio de auxílio para as mulheres em situação de risco. Começamos hoje com a roda de conversa, mas teremos ações durante todo o mês. Estarão disponíveis atendimentos de saúde e também de lazer, todos voltados para as mulheres macapaenses”, destacou.

 

Outros momentos de destaque da programação do mês de março são as ações no bairro Congós, onde acontecerão atendimentos do Cadastro Único, Bolsa Família, de saúde e os serviços oferecidos pelos Crams. No dia 20 acontecerá a palestra Seguridade da Mulher na Perspectiva da Reforma Previdenciária, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

 

O evento contou com a presença de aproximadamente 60 moradoras do residencial. Nesta terça, 6, a comunidade do habitacional volta a receber a Prefeitura de Macapá na ação social Dia de Beleza, que contará com profissionais da estética que estarão atendendo a partir das 14h as mulheres que comparecerem ao local. No dia 7 acontecerão ações de saúde no período da manhã e tarde, e, encerrando as atividades, na sexta-feira, 9, esporte e atividades diversas estão programadas para acontecer durante o dia todo.

 

Rafaela Bittencourt

Assessora de comunicação/CMPPM

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers