Secretaria Municipal de Educação promove formação para coordenadores pedagógicos

Escrito por Rita Torrinha Ligado . Publicado em Noticias

A proposta de formação continuada para coordenadores pedagógicos, apresentada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), ocorreu durante dois dias (20 e 21 de outubro), com a finalidade de estimular a equipe de coordenação pedagógica acerca do trabalho desenvolvido no ambiente escolar, visando a melhoria do processo educativo. A abertura ocorreu no auditório da Fecomércio, com palestras, e a continuidade foi em três salas do Sebrae, com conteúdos específicos para as modalidades de educação infantil, ensino fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

 

A capacitação para esse público ocorrerá em três módulos, este foi o primeiro, e outros acontecem nos meses de novembro e dezembro, com abordagens de temas que perpassarão por quatro dimensões: indicadores e taxas (rendimento), distorção e aproveitamento, ensino-aprendizagem (ciclo de aprendizagem, planejamento e avaliação) e gestão (planejamento da coordenação pedagógica).

 

O coordenador pedagógico desenvolve um importante papel dentro das escolas públicas municipais. Cabe a ele a organização do trabalho educacional por meio da elaboração de um planejamento consistente. Esse profissional responde pela viabilização, integração e articulação do processo de ensino-aprendizagem, tendo como principal atribuição o acompanhamento do processo educativo. O Projeto de Formação Continuada para os Coordenadores Pedagógicos é coordenado pela Divisão de apoio Pedagógico/Diap, em parceria com as demais divisões do Departamento de Ensino/DEN e a Divisão de Pesquisas Educacionais e Informática/Dipei, bem como a participação das escolas por meio das experiências exitosas.

 

Com 30 anos de experiência na educação, a coordenadora pedagógica Valdenice Cavalcante atua na Escola de Ensino Fundamental Hildemar Maia. Ela está prestes a se aposentar, mas faz questão de participar de toda capacitação oferecida. “Estou de licença prêmio, mas fiz questão de participar dessa formação porque é um momento de a gente aprender mais, avaliar nossa escola, interagir com outros profissionais para compartilharmos a realidade das escolas municipais. Precisamos dialogar mais sobre o que queremos para as nossas escolas. Ter apoio da Secretaria de Educação e trabalhar em parceria com a administração da escola é fundamental”.

 

Rosimeire Sacramento, da Escola de Educação Infantil Maria José de Souza e Silva, no Jardim Felicidade, também é funcionária do quadro efetivo e coordenadora pedagógica há oito anos. “Aqui a gente tira dúvidas e apresenta nossas dificuldades, trabalha o nosso cotidiano de forma mais clara. A secretaria dando esse suporte fica mais fácil trabalharmos a demanda de diversidade de crianças, o que é primordial”.

 

Na avaliação da chefe da Divisão de Ensino de Jovens e Adultos, Aranay Almeida, a formação da EJA era uma proposta aguardada com ansiedade. “Fazia muito tempo que não se fazia uma formação específica para a Educação de Jovens e Adultos. O principal desafio da EJA é a evasão, porque o aluno é um adulto, idoso e jovem, que têm uma bagagem de experiência e, na maioria das vezes, seus problemas sociais. Nossa principal fala na formação tratou da questão do trabalho integrado. O coordenador tem que trabalhar com a equipe gestora da escola e juntos fazer diferente, planejar estratégias para a sua escola, melhorar metodologias de trabalho, usar novas tecnologias que são uma realidade atual, tem que reformular metodologias”.

 

Em cada sala as dinâmicas foram pensadas de acordo com a modalidade de ensino. Teve música na educação infantil, relatos de experiências no ensino fundamental e teatro e relato de experiências na EJA. O próximo encontro está previsto para novembro.

 

Rita Torrinha/Asscom Semed

 

 

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers