Acadêmicos apresentam projetos e propostas no XXI Congresso Nacional de Arborização Urbana

Escrito por Aline Brito Ligado . Publicado em Noticias

Acadêmicos de diversos estados apresentaram durante o XXI Congresso Nacional de Arborização Urbana projetos relacionados ao tema do evento. Trabalhos referente à diversidade florística de vias públicas e logradouros, modelos de cartilhas como ferramentas para orientação para plantio de árvore e outros referentes a propostas de soluções para arborização das cidades foram apresentados nesta quarta-feira, 8, no Museu Sacaca.

 

O Congresso de Arborização Urbana teve início na segunda-feira, 6, foi realizado pela Associação Brasileira de Arborização (Sbau), com parceria da Prefeitura de Macapá. Diversas palestras e minicursos foram realizadas para acadêmicos e profissionais da área.

 

Ana Carolina Carmona, da cidade de São Paulo, é estudante de Arquitetura no Instituto Federal de São Paulo. Ela e mais três estudantes foram autores do projeto vencedor. “Apresentamos uma experiência que estudamos na matéria de paisagismo, no curso de Arquitetura, onde trabalhamos com arborização urbana. Saímos pela cidade identificando espécies e também desenhando elas. O objetivo é que os estudantes pudessem identificar as plantas, reconhecer mesmo. Estamos contentes por nosso trabalho ter sido escolhido como o melhor deste ano”.

 

Os acadêmicos do curso de Engenharia Florestal da Universidade do Estado do Amapá (Ueap) também apresentaram um projeto, o que os levou ao segundo lugar dentro do tema trabalhado por eles. Com o título Diversidade e Composição da Arborização Urbana no Bairro Jesus de Nazaré, o grupo de universitários identificou e catalogou as plantas existentes no bairro. “Buscamos identificar as espécies de árvores existentes no bairro e também se são nativas ou exóticas, além de identificar se elas causam algum transtorno para a população”, relata Clodoaldo Marques da Costa.

 

Tainá Rodrigues é acadêmica do curso de Arquitetura da Universidade Federal do Amapá (Unifap) e também expôs um projeto. O trabalho foi uma proposta de arborização para o centro de Macapá. “Depois de fazer um diagnóstico, em uma área no centro, identificamos um pequeno número de árvores no local. Nossa proposta é melhorar o paisagismo, por meio do manual de arborização, os locais adequados para o plantio e também as espécies adequadas”.

 

Ao todo, foram cerca de 50 trabalhos apresentados. Acadêmicos das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Amazonas, Mato Grosso e Macapá participaram do congresso, que em 2018 será realizado na Bahia. Técnicos da prefeitura participaram do evento, onde foram apresentados os mais recentes trabalhos e resultados de pesquisas sobre o tema. Além dos especialistas brasileiros, o congresso contou com a participação de representantes do México, Espanha e Estados Unidos.

 

Aline Brito

Assessora de comunicação/Semam

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers