Professora e alunos da rede municipal de ensino de Macapá são destaques em Feira Nacional de Matemática

Escrito por Rita Torrinha Ligado . Publicado em Noticias

No período de 28 a 30 de setembro, a rede municipal de ensino de Macapá esteve representada na V Feira Nacional de Matemática, considerada a maior do país, realizada em Salvador (BA). O projeto “Aprender Geometria por meio do Lúdico nas Séries Iniciais”, apresentado pela professora Iris Maciel Pantoja e seus alunos Wendel Martins de Souza e Mayara da Silva, da Escola Municipal Professora Lúcia Neves Deniur, mostrou que as crianças dos anos iniciais do ensino fundamental podem aprender geometria e cálculos matemáticos de forma divertida e que essa disciplina não é um bicho de “sete cabeças”.

 

A V Feira Nacional de Matemática reuniu mais de 200 estudantes e 85 professores de 11 estados brasileiros, com exposição de 100 trabalhos. O evento é promovido pela Universidade Estadual da Bahia (Uneb) e ocorreu no Centro de Formação da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). A equipe de Macapá contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para viajar.

 

Do estado do Amapá viajaram representantes de 10 escolas, sendo que pela rede municipal de Macapá foi selecionado o trabalho da professora Iris, que passou pela etapa da Feira Estadual, ocorrida em junho, realizada pelo Ifap, onde participaram 48 trabalhos para seletiva nacional. Participam da feira estudantes da educação básica e do ensino superior, além de professores das instituições das redes públicas e privadas do Acre, Bahia, Ceará, Tocantins, Santa Catarina, Amapá, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.

 

O projeto desenvolvido pela professora Iris é resultado da formação no Programa Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic), em 2015, uma realização da Prefeitura de Macapá, por meio da Semed, Ministério da Educação e Universidade Federal do Amapá. Essa qualificação deu novos horizontes para o ensino da matemática de forma lúdica, divertida e contextualizada com assuntos do cotidiano.

 

“A intenção é fazer com que os estudantes possam perceber a Matemática e suas soluções naturalmente. Para trabalhar a geometria usei dobraduras, maquetes, placas de sinalização, oficinas de porta-trecos confeccionada com garrafas PETs, colagem, observação e estudo do espaço físico. São diferentes estratégias, mas em todas elas o aluno mete a mão na massa para construir, observar, avaliar e concluir”, conta a professora.

 

O projeto mudou a rotina da turma. Os 34 alunos do 4º ano do ensino fundamental participaram das diferentes atividades apresentadas pela professora e a Matemática passou a ser vista com outro olhar. Quanto aos estudantes que a acompanharam à Feira Nacional, além da viagem, eles participaram de passeio turístico por Salvador, conheceram outras pessoas e mais formas de aprender Matemática, deram um show no estande de Macapá ao mostrarem o trabalho para as pessoas de todas as idades e lugares (outros alunos de todo o Brasil, professores, doutores, pesquisadores, escritores), ganharam destaque.

 

E isso tudo graças a uma professora que enxerga múltiplas possibilidades no ensinar. A professora Iris e seus alunos retornaram a Macapá orgulhosos, trazendo na mala troféus e medalhas de ‘Destaque’ e ‘Menção Honrosa’ da V Feira Nacional de Matemática. “No que depender de mim, outras feiras, premiações e destaques virão”, garante Iris.

 

Rita Torrinha/Asscom Semed

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers