• Portal de Informações sobre Corona Vírus em Macapá

Ações de combate à malária continuam em Macapá

Ligado . Publicado em Noticias

Dando continuidade às ações de combate à malária em toda a capital, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou na madrugada desta quarta-feira, 28, nos bairros Universidade e Ipê, e na comunidade do Laranjal (Vila do Coração), mais uma ação de combate ao mosquito transmissor da doença. A atividade segue até o dia 8 de novembro nos demais bairros da capital.

A Semsa visa detectar possíveis casos da doença e trabalhar na eliminação do mosquito com visitas às residências; orientação aos moradores; preenchimento de ficha de notificação de malária; em casos suspeitos, a coleta de sangue para a realização do exame; e durante a madrugada com a borrifação nos bairros.

 

De acordo com o diretor da Vigilância Ambiental de Macapá, Josean Silva, no primeiro momento a ação ocorre em duas etapas (pela manhã e durante a madrugada) em aproximadamente cinco locais de Macapá, onde já foram identificados casos de malária, são eles: Universidade, Ipê, comunidades rurais do Coração, Congós e Zerão.

 

“Os trabalhos de borrifação nesses bairros serão feitos em três ciclos, de três dias cada, com um pequeno intervalo de aproximadamente 4 dias entre cada ciclo para a eliminação do mosquito. Ao todo, 23 agentes de endemias estão envolvidos na atividade, 15 durante o dia e 8 na madruga com a borrifação”, informa o diretor.

 

A malária

 

É uma doença infecciosa muito frequente em países de clima tropical e subtropical, causada por quatro espécies do protozoário Plasmodium, que são transmitidas pela picada de mosquitos anofelinos, ou anopheles. A doença pode ser tratada com sucesso se for rápida e corretamente diagnosticada.

 

Em Macapá, a Secretaria Municipal de Saúde realiza a notificação, diagnóstico e tratamento em 13 UBS’s e mantém 7 postos para notificação distribuídos nos distritos de Pacuí, Maruanum, Santo Antônio, Torrão do Matapi, Lontra da Pedreira, Ipixuna Miranda, Cristo Rei, além de quatro postos volantes e outro no terminal rodoviário.

 

Em geral, o resultado sai em cerca de 20 minutos a pouco mais de uma hora e só depois dele é que o tratamento começa, uma vez que cada espécie requer uma abordagem terapêutica diferente. Todo o tratamento é oferecido gratuitamente na rede municipal de saúde de Macapá e deve ser feito até o final para garantir a cura.

 

Confira as UBS’s que realizam esse serviço:

 

1- Brasil Novo – 8h às 12h / 14h às 18h (segunda a sexta-feira);

 

2- Congós – 8h às 12h / 14h às 18h (segunda a sexta-feira);

 

3- Coração – 8h às 12h (segunda a sexta-feira);

 

4- Infraero II – 8h às 12h / 14h às 18h (segunda a sexta-feira);

 

5- Lélio Silva – 24 horas;

 

6- Marabaixo – 8h às 12h / 14h às 18h (segunda a sexta-feira);

 

7- Marcelo Cândia – 8h às 12h / 14h às 18h (segunda a sexta-feira);

 

8- Novo Horizonte – 8h às 12h / 14h às 18h (segunda a sexta-feira);

 

9- Pedro Barros Monteiro (Fazendinha) – 8h às 12h (segunda a sexta-feira);

 

10- Policlínica da Unifap – 8h às 12h / 14h às 18h (segunda a sexta-feira);

 

11- Rubim Aronovitch – 8h às 12h / 14h às 18h (segunda a sexta-feira);

 

12- Hilda Iléia (Curiaú) – 8h às 12h (segunda a sexta-feira);

 

13- Perpétuo Socorro – 8h às 12h / 14h às 18h (segunda a sexta-feira).

Karla Marques/Asscom Semsa

 

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers