Prefeitura e população discutem políticas públicas para o combate à violência doméstica

Escrito por Cliver Campos Ligado . Publicado em Noticias

A Prefeitura de Macapá promoveu nesta quinta-feira, 1º de junho, o seminário Violência doméstica: faces da invisibilidade da mulher frente à violência, no auditório da OAB/AP. O objetivo foi socializar informações, debater e refletir sobre o tema com acadêmicos, profissionais de diversas áreas e população em geral.

 

“Segundo dados de 2016, sete mil mulheres foram violentadas no Amapá. Por isso que é fundamental sempre discutirmos sobre essa temática, pois muitas ainda continuam sendo agredidas dentro de casa, num espaço que era para ser seguro a elas. Nosso objetivo é continuar com esses debates para que essas ocorrências acabem dentro do nosso contexto social”, ressaltou a coordenadora municipal de Políticas Públicas para as Mulheres.

 

A secretária municipal de Assistência Social e do Trabalho, Naldima Flexa, disse que a prefeitura tem esse papel de estar próximo das comunidades para oferecer esclarecimentos. “Também temos um espaço para que as mulheres se sintam seguras e possam manifestar suas dificuldades, para que possamos fortalecer cada vez mais as políticas públicas para este público da nossa cidade”.

 

De acordo com a estudante de serviço social Regianne Susarte, o estado do Amapá é sempre evidenciado de forma negativa nos noticiários com casos de violência doméstica. “É agressão física, verbal e psicológica. Não podemos deixar isso continuar. É fundamental alertarmos a sociedade para ajudar a combater essas ações”.

 

A programação contou com o apoio da Comissão Mulher Advogada/OAB-AP, da Câmara de Vereadores e da Comissão Permanente da Defesa dos Direitos da Mulher. Participaram do seminário os vereadores Vitor Hugo, Patriciana Guimarães e Maraína Martins.

 

Cliver Campos

Assessor de comunicação/CMPPM

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers