Prefeito Clécio Luís participa de reunião do Conselho de Administração da Suframa

Escrito por Júnior Nery Ligado . Publicado em Noticias

O encontro aconteceu na quinta-feira, 11, no Palácio do Setentrião, e foi presidido pelo ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, considerado por ele como um evento de repercussões históricas para o processo de desenvolvimento da Amazônia. O prefeito de Macapá, Clécio Luís, é membro do Conselho de Administração da Suframa (CAS) e compôs a mesa deliberativa, que aprovou os dois primeiros projetos que usufruirão de incentivos do programa Zona Franca Verde (ZFV), pela produção de produtos com preponderância de matérias-primas regionais.

 

Clécio parabenizou os empresários amapaenses que tiveram suas empresas contempladas pelas prerrogativas da ZFV, regulamentada em dezembro de 2015. Ele destacou a importância do papel de políticos amapaenses, “fundamentais para estarmos hoje aqui”. Em seu discurso, o prefeito considerou o ano de 2009 como marco histórico, que possibilitou a realidade vivida hoje pelas duas empresas amapaenses beneficiadas pela Zona Franca Verde.

 

“Precisamos relembrar que a criação da ZFV se dá em função da inclusão de uma emenda, do então deputado federal Bala Rocha, à Medida Provisória dos Sacoleiros, que garantiu a criação desse incentivo às empresas que utilizam matéria-prima regional na produção de seus produtos; e da luta do senador Randolfe Rodrigues e de toda a bancada federal, que conseguiram regulamentar esse projeto”, pontuou Clécio Luís.

 

As empresas contempladas pela Zona Franca Verde são a Sorveteria Macapá (Qsabor), do empresário José Carlos Ferreira, que fabrica sorvetes e outros gelados comestíveis com utilização de frutas nativas da região; e a Verçosa Indústria e Comércio de Alimentos, de Tiago Verçosa, fabricante de diversos tipos de rações destinadas a suínos, frangos, cães, gatos e peixes. Os empreendimentos englobam investimentos conjuntos de mais de US$ 25 milhões e a geração de mais de 40 empregos diretos.

 

Marcos Pereira reiterou seu compromisso de estar presente em todas as reuniões do conselho e também exaltou a aprovação de projetos pioneiros de investimentos que contribuirão de forma decisiva para o desenvolvimento do estado. “Esses dois projetos oriundos do Amapá se propõem a fazer justamente aquilo que é a missão do ministério: estimular o crescimento da economia, do setor produtivo, das indústrias, das empresas da área de serviços, entre outras áreas. Esses setores geram empregos e é exatamente esse o nosso grande desafio neste momento”.

 

O governador do Amapá, Waldez Góes, destacou a importância da aprovação dos dois primeiros empreendimentos amapaense beneficiados pela ZFV. Segundo ele, já existem outras dez empresas habilitadas para apresentar projetos nas próximas reuniões do conselho. No evento, o ministro Marcos Pereira também lançou o Plano Nacional de Cultura Exportadora (PNCE), programa ministerial que visa ampliar o número de empresas que operam no comércio exterior, além de aumentar as exportações de produtos e serviços. Segundo o ministro, o PNCE já está implantado em mais de vinte cidades.

 

Também compuseram a mesa da 279ª reunião do CAS o superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional da Suframa, Marcelo Pereira, o representante do Legislativo amapaense, deputado Pastor Oliveira e o prefeito de Santana, Ofirney Sadala.

 

Júnior Nery

Assessor de comunicação/PMM

 

 

 

UK betting sites, view full information www.gbetting.co.uk bookamkers